Por: A Tribuna
08/08/2023
15:06

Na segunda-feira, 14 de agosto, a sessão do Projeto Luz & Sombras apresenta um clássico inesquecível do Cinema “Trapézio”. Uma história maravilhosa com ótimas atuações de Burt Lancaster, Tony Curtis e Gina Lollobrígida em acrobacias aéreas no trapézio que fazem os espectadores verem o filme como se tivessem ido a um circo pessoalmente. É um show de interpretações magistralmente dirigidos por Carol Reed. A exibição será no auditório da Rádio Cultura da Estância de Amparo, na Praça Pádua Salles – Centro, a partir das 19h30.

Sinopse

Tino Orsini (Tony Curtis) vai até Paris tentar aprender a executar o mortal triplo com um famoso trapezista, Mike Ribble (Burt Lancaster), incapacitado emocionalmente por um acidente ocorrido no passado. A princípio, Ribble se recusa, pois a acrobacia depende de duas pessoas. Aos poucos Orsini ganha a confiança de Ribble, mas a amizade é ameaçada quando Lola (Gina Lollobrigida), outra trapezista do circo, chega para trabalhar no espetáculo. Forma-se então um triângulo amoroso e ela fica dividida entre os dois rapazes.

Uma trama bem construída

Sua trama, baseada num romance de Max Catto é muito bem construída, fazendo com que o filme se encontre entre os melhores que tratam do mundo circense. Este filme tem uma história maravilhosa com uma ótima atuação das estrelas e do elenco de apoio e a fotografia das acrobacias aéreas tem uma qualidade notável e faz o espectador ver o filme como se tivesse ido ao circo pessoalmente.

Burt Lancaster, que antes de chegar ao estrelato no cinema se apresentou em circos como acrobata faz uma perfomance imponente. Tony Curtis e Gina Lollobrigida tem o melhor papel dramático neste filme e na época ela era uma artista muito subestimada em seu tempo. Em “Trapézio” Gina dá um show de interpretação.

Thomas Gomez e Katy Jurado são maravilhosos como coadjuvantes, assim como todos os atores de segunda unidade. O filme mostra um circo real e apresenta os anseios dos astros circenses e as maneiras como eles tentam alcançar e manter o equilíbrio diante do perigo eminente.

De Volta às Raízes

Neste filme Burt Lancaster voltou às suas raízes como um acrobata de circo. Quando ele, Tony Curtis e Gina Lollobrigida voam pelo ar é uma coisa linda de se ver. Burt Lancaster fez um excelente desempenho como um trapezista experiente. Na vida real, Burt deixou a Northwestern University em Evanston, Illinois em seu segundo ano e decidiu se juntar a um circo e viajou por todo o lado realizando espetáculos circenses no trapézio. Quando a carreira cinematográfica de Burt se tornou bem sucedida, ele teve a oportunidade de fazer acrobacias no cinema.

Burt Lancaster, contava na época com 41 anos e ele realizou todas as suas participações, com exceção de um dos trapézios, tendo trabalhado em um circo antes de entrar para o cinema, Lancaster conhecia bem como funcionava um espetáculo circense.  Ele insistiu em fazer o clímax do triplo salto no trapézio, mas o conselheiro técnico Eddie Ward inicialmente hesitou que Lancaster realizasse a façanha e convenceu Lancaster durante as primeiras semanas de filmagem a abandonar a ideia. Então Lancaster permitiu que Nick Cravat e Hans Dantes o substituísse nas cenas mais perigosas.

Acidente Grave no Set

Sally Marlowe que era a dublê de Gina Lollobrigida. Marlowe sofreu um acidente e quebrou o nariz no set. Willy Krause, um amigo íntimo de Burt Lancaster foi convidado a preencher o papel de dublê de Lollobrigida. Ele aceitou mas acabou morrendo no set após sofrer uma fratura nas costas devido a uma queda de doze metros de altura durante a produção do filme.

A atriz italiana, Luigina Lollobrigida (Gina), nasceu a 4 de julho de 1927 e morreu a 16 de janeiro de 2023.Como desejava ser cantora ou pintora, ingressou na Escola de Belas Artes de Roma onde estudou pintura e escultura. Contudo, sendo uma jovem bela, acabou por participar em vários concursos de beleza, tendo ganho alguns, o que atraiu a atenção dos cineastas italianos.

Assim, a sua entrada no mundo do cinema foi casual e ela aceitou trabalhar como atriz em um pequeno papel naquele que viria a ser o primeiro dos cerca de 70 filmes da sua carreira – “Águia Negra” (Aquila Nera) (1946) e ela despontou como grande atriz.

Na direção de “Trapézio” Carol Reed realizou um ótimo trabalho, o que lhe rendeu o prêmio Urso de Bronze do Festival Internacional de Berlim, bem como, uma indicação ao prêmio por Direção Excepcional, concedido pelo Grêmio dos Diretores da América. Na área técnica, merece ainda registro a bela fotografia em CinemaScope, a cargo de Robert Krasker. Foi o terceiro filme de maior bilheteria de 1956.

 

Ficha técnica

Trapézio

Elenco: Burt Lancaster, Tony Curtis, Gina Lollobrigida, Katy Jurado e Thomas Gomez.

Roteiro: James R. Webb baseado no romance de Max Catto com o roteiro adaptado escrito por Liam O'Brien.

Produção: James Hill. Música Original: Malcolm Arnold

Fotografia: Robert Krasker. Edição de Bert Bates

Figurino: Veniero Colasanti

Direção: Carol Reed.

Uma produção da United Artists de 1956.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan