Por: A Tribuna
02/09/2021
10:09

Uma comissão formada por membros do Conselho Municipal de Cultura (Comcult) de Amparo e convidados elaborou uma nova redação para a Lei Municipal de Amparo à Cultura (Lei nº 2.832, de 30 de outubro de 2002) que não era utilizada desde 2014 devido problemas em sua redação. A nova redação foi discutida na noite de quarta-feira, 1º de setembro, durante o Fórum Municipal on-line, organizado pelo Comcult, com o apoio da Prefeitura Municipal de Amparo.

O Fórum foi realizado através da plataforma Google Meet e transmitido na página do conselho no Facebook. O evento contou com a participação de 27 pessoas, que acompanharam a leitura da nova redação da Lei e do Decreto e depois discutiram diversos pontos apresentados. Todas as críticas e sugestões serão incorporadas a lei, que depois será disponibilizada para consulta pública nas redes sociais do Conselho para última discussão com a sociedade. “O texto da lei foi atualizado pela Comissão do Conselho para que se torne mais funcional e condizente com a realidade atual da cultura. Através do Fórum, buscamos construir uma política diretamente com os seus usuários que atenda bem a população e a consulta pública será a última etapa para buscarmos essa construção conjunta”, disse Diego Mozer, atual presidente do Comcult.

Após finalizada, a nova redação da lei e do decreto serão apresentadas pelo Comcult para a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e para o prefeito municipal Carlos Alberto Martins (MDB), que decidirá se envia a lei para votação na Câmara Municipal dos Vereadores.

Ataque virtual

O início do Fórum foi um pouco turbulento. Um problema técnico impossibilitou a distribuição correta do áudio na transmissão do Facebook, ao mesmo tempo que uma série de ataque virtuais aconteceu na reunião on-line. Diversos perfis acessaram a reunião, através do link divulgado para a participação popular, e passaram a exibir áudios e vídeos com conteúdo sexual. 

Enquanto o problema técnico do áudio estava sendo consertado, todos os perfis que estavam atacando a reunião foram excluídos e bloqueados. Após alguns minutos os dois problemas foram resolvidos e a reunião seguiu sem outros problemas.

Os organizadores do Fórum estão estudando a possibilidade de registrar um boletim de ocorrência na polícia para abrir investigações e tentar descobrir os autores dos ataques virtuais.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan