Por: A Tribuna
17/07/2023
15:07

Morreu na manhã de hoje (17) Vanderlei Eustáquio de Oliveira, o Palhinha, atacante que se destacou atuando por Cruzeiro, Atlético-MG e Corinthians. Palhinha tinha 73 anos e, segundo a "Itatiaia", estava internado em um hospital em Belo Horizonte após ter uma infecção.

A causa da morte não foi revelada e os detalhes do velório e enterro ainda não são conhecidos. A morte de Palhinha foi lamentada por ex-clubes do jogador nas redes sociais.

Palhinha surgiu para o futebol atuando pelo Cruzeiro e se tornou um ídolo do clube. Como jogador, ele atuou pela equipe entre 1969 e 1976, sendo campeão e artilheiro da Libertadores no seu último ano pela Raposa.

Em 1977, Palhinha se transferiu para o Corinthians e foi uma das estrelas do time campeão paulista daquele ano e que quebrou um jejum de 23 anos sem títulos.

Anos mais tarde, Palhinha voltou ao futebol mineiro e passou a defender o Atlético-MG, onde também se tornou ídolo. Ele fez parte do elenco que foi campeão mineiro em 1980 e chegou à final do Campeonato Brasileiro daquele ano.

Título com o Corinthians

 Considerado o craque do time campeão paulista que quebrou o jejum em 1977, o ex-ponta nasceu no dia 11 de junho de 1950, em Belo Horizonte, foi revelado pelo Cruzeiro e veio ao Timão em 1977, comprado por um milhão de dólares, a maior transação do futebol brasileiro na época.  

Na primeira partida da final do Paulistão de 1977, Palhinha fez o gol da vitória sobre a Ponte Preta, em um lance curioso. Dentro da área, o ex-jogador chutou, o goleiro Carlos defendeu, mas a bola voltou e explodiu no rosto do corinthiano, dando origem ao famoso gol de cara do Palhinha.

Após uma lesão no segundo confronto, Palhinha não pôde estar em campo no terceiro e decisivo jogo, que acabaria com um jejum de quase 23 anos sem grandes conquistas alvinegras. Além do histórico título, Palhinha foi campeão paulista também no ano de 1979, quando formou dupla de respeito ao lado de Sócrates.

Entre 1977 e 1980, Palhinha disputou 148 jogos com a camisa corinthiana e marcou 44 gols. Palhinha ainda voltou ao Parque São Jorge, dessa vez como técnico, no início de 1989, onde comandou o time?no Campeonato Paulista e nas primeiras rodadas do brasileiro daquele ano.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot