Por: A Tribuna
18/09/2019
06:00

A Prefeitura de Serra Negra, por meio da Secretaria de Saúde, adquiriu um microscópio para realizar as identificações de larvas provenientes dos mosquitos Aedes Aegypti, transmissores das arboviroses (dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela).

O articulador da Vigilância em Saúde Ambiental, Sandro Robbi Froes, realizou uma capacitação em Julho no Instituo Adolfo Lutz, em Campinas, para operar o equipamento, que possui lente microscópica com aumento de até 1600 vezes e iluminação de LED. A qualificação foi realizada pelo biólogo da SUCEN (Superintendência de Controle de Endemias) Osias Rangel, com o objetivo de formar profissionais no auxílio e combate as doenças infecciosas.

“Após a prova no final da capacitação recebemos um certificado da Sucen autorizando o município a fazer esse trabalho. Antes, tínhamos que enviar as amostras colhidas nas visitas às residências para o estado e agora podemos analisar todas as amostras nós mesmos, o que agiliza o controle das arboviroses. Antes demorava pra vir o resultado e consequentemente pra agirmos e intensificarmos o controle no lugar certo”, explicou o articulador da Vigilância Ambiental.

Mais materiais

Além do microscópio, a Secretaria de Saúde adquiriu uma série de equipamentos para dar suporte às campanhas de prevenção e controle das arboviroses, vacinação entre outras promovidas pela Vigilância em Saúde.

Entre os itens estão o sistema de som para equipar um veículo que divulgará campanhas da Saúde, mesas, cadeiras e uma tenda, além de uma máquina de lavar para realizar a lavagem dos EPIs (equipamentos de proteção individual), o que resulta numa economia de R$ 6 a 7 mil anuais para contratar uma empresa para o serviço.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura