Por: A Tribuna
08/02/2024
19:02

A Prefeitura da Estância de Amparo implementou medidas especiais visando coibir a violência e assédio contra mulheres durante o Carnaval 2024. Um posto de acolhimento, localizado na Praça Pádua Salles, onde ocorrem os principais shows, será operado pela Guarda Civil Municipal (GCM) como apoio à Patrulha Maria da Penha. O local proporcionará um ambiente onde mulheres poderão buscar informações, registrar denúncias ou solicitar auxílio durante todos os dias de festividade.

A Prefeitura enfatiza que assédio, abuso e violência contra mulheres configuram crimes graves. O esquema de segurança será executado por meio da integração das forças da GCM, Polícia Militar (PM), Polícia Civil e seguranças particulares.

No combate específico à violência contra a mulher, a ação respalda-se na recentemente sancionada Lei 14.786/2023. Esta lei estabelece o protocolo "Não é Não" para proteção e atendimento em casos de violência e abusos contra a mulher, sendo uma iniciativa inspirada em legislação espanhola. Ela visa coibir práticas como estupro, assédio e importunação sexual. Adicionalmente, a Lei Maria da Penha oferece suporte legislativo para medidas preventivas e de combate à violência contra a mulher.

A cidade conta com uma central de monitoramento equipada com 400 novas câmeras, abrangendo toda a área urbana. Essas medidas visam assegurar um ambiente seguro e acolhedor para todas as participantes do Carnaval de Amparo.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura