Por: A Tribuna
07/08/2023
09:08

Agosto chegou trazendo o retorno das aulas dos pequenos. Nesse período, é normal que pais e cuidadores tenham mais cuidado com a rotina e redobrem alguns cuidados em relação às crianças. A visão saudável na infância por exemplo, é primordial para o desenvolvimento e aprendizagem.

De acordo com o oftalmologista, Halim Féres Neto, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e diretor da Prisma Visão, as doenças oculares infantis mais comuns são miopia, astigmatismo e hipermetropia.

 “Além disso, há algumas alterações silenciosas que podem atrapalhar o desempenho escolar, como a ambliopia. Conhecida popularmente como “olho preguiçoso”, a criança com essa condição tem apenas um olho bom, já o outro não se desenvolve”, detalha o especialista.

Há também os casos de estrabismos que, às vezes, não são aparentes, mas atrapalham a concentração para ler. Além disso, Halim ainda cita os quadros de deficiências da visão das cores, conhecidas como “daltonismo”. “Elas são muito mais comuns do que imaginamos, podendo estar presente em uma a cada 12 crianças”, completa o oftalmologista.

Sinais de que há algo de errado com a visão da criança

Para saber se a criança tem alguma alteração na visão, é preciso prestar atenção a possíveis sinais de que há algo de errado: Dor de cabeça ao fazer um esforço visual; Apertar os olhos para tentar enxergar de longe; Torcicolo; Perda de interesse em atividades normais da infância; Trocar cores ao pintar; Esfregar e/ou coçar os olhos com frequência.

 “Os professores podem também prestar atenção se o desempenho e interesse da criança muda quando está mais próxima ou mais afastada do quadro”, completa o Halim.  

Assim, o ideal é aproveitar o começo do ano para levar o pequeno ao oftalmologista. Segundo o especialista, essa visita deve acontecer no mínimo uma vez por ano até os dez anos.

Cuidados essenciais na hora de estudar

O especialista explica que a criança deve estudar com uma boa iluminação, de preferência natural, e com uma distância adequada para ler.

 “Além disso, é preciso ter a certeza de que a criança está conseguindo desempenhar as tarefas sem esforço visual excessivo. Para isso, é necessário saber se os olhos estão saudáveis ou se é necessária alguma correção com óculos, por exemplo”, cita Halim. Para isso, o especialista reforça que é importante levar o pequeno ao oftalmologista com periodicidade.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan