Por: A Tribuna / Unimed Amparo
07/08/2020
10:08

Não basta sentar na mesa da cozinha ou da sala, ou pior, se jogar no sofá com o computador. Com a possibilidade do home office, adotado por diversas empresas nesta pandemia, vem a tentação de relaxar na postura, improvisar o ambiente de trabalho e não se preocupar com alguns pontos essenciais que evitam problemas de saúde relacionadas à má postura.

A preocupação com problemas relacionados ao trabalho, antes restritos ao espaço das organizações, agora está também em como o colaborador se adaptou em trabalhar em casa. Os requisitos previstos pela Norma Regulamentadora 17 do Ministério do Trabalho prevê as obrigatoriedades das empresas sobre a chamada ergonomia, que é o relacionamento do homem e seu trabalho, compreendendo os equipamentos, o ambiente e a solução de problemas que surgem dessa relação.

Considerando o aspecto físico, esses problemas podem incluir lesões e inflamações, como tendinites e bursite, a dores crônicas na coluna, Lesões por Esforço Repetitivo (LER) ou Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (DORT). As consequências podem impactar a qualidade de vida do trabalhador. Mas não é apenas uma questão física.  A falta de um espaço adequado, jornadas exaustivas e o isolamento social podem causar aumento de estresse e um adoecimento psíquico.

Para o médico Ronaldo Recchia, coordenador do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional da Unimed Amparo, por ser uma novidade para muitas organizações, tanto os empregadores como os colaboradores não estavam preparados ou preocupados com a situação.

“Em tese, o trabalho ‘fora’ da empresa não deveria receber tratamento mais brando, menos comprometido. As questões ergonômicas devem ser aprimoradas, até mesmo o mobiliário definido como posto de trabalho deva ser vistoriado e aprovado, como se fosse dentro da organização. E o colaborador precisa fazer a sua parte, estabelecendo uma rotina de trabalho e entender que ‘trabalhar em casa’ não é sinônimo de trabalhar em qualquer lugar e de qualquer forma, também não o desobriga a cumprir rotinas, horários e resultados”, explica o médico.

Confira algumas dicas

ESCOLHA O LUGAR CERTO

O melhor ambiente é aquele com iluminação e ventilação natural, de preferência um cômodo que ofereça privacidade e isolamento acústico;

Preste atenção também no posicionamento da mesa e do computador, para que a luz natural não reflita na tela e cause desconforto e fadiga visual.

POSTURA

Não é obrigatório ter móveis necessariamente de escritório, mas para manter uma postura adequada:

Evite deixar o pescoço inclinado ao olhar o monitor e mantenha a cabeça sempre alinhada ao corpo;

Os antebraços devem estar sempre apoiados e com os cotovelos próximos do tronco;

Tente usar cadeiras com encosto e acolchoadas;

As costas devem estar sempre apoiadas no encosto da cadeira e os pés firmemente apoiados no chão ou em um suporte.

PAUSAS

Aproveite que está em casa para fazer pausas. Você pode ir comer algo, levantar-se e espreguiçar-se. É o lado bom de um home office e contribui para momentos de relaxamento que farão bem ao corpo e à mente. O ideal são pausas curtas e espaçadas (mas fora da cadeira!). Isso ajudará também na concentração no trabalho.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan