Por: A Tribuna
18/08/2023
07:00

Em 1988 Silvio Santos investiu pesado e tirou Jô Soares da Globo, numa transação considerada milionária para a época. Nos idos de 1980, a Rede Record não apresentava ameaça alguma ao SBT, inclusive, Silvio Santos detinha grande parte das ações da emissora, que futuramente venderia ao bispo Edir Macedo. Ou seja, o “Dono do Baú” queria desbancar a Globo e quem sabe, seu sonho era chegar ao primeiro lugar na guerra da audiência. Sonho este que nunca chegou a se concretizar.

Em 1981 estreava na Globo o primeiro programa solo de Jô Soares, o “Viva o Gordo”, o sucesso foi imediato. Os principais personagens interpretados pelo humorista e que ainda estão na memória do povo são: Capitão Gay, Zé Galera, Vovó Nana, Pai Coruja, Dalva entre muitos outros que faziam a alegria dos telespectadores. Grande parte do conteúdo das histórias eram críticas implícitas ao governo da época. O título foi retirado de uma peça de teatro de Jô Soares, “Viva o Gordo e Abaixo o Regime”, fazendo trocadilho com a palavra regime, já que o Brasil estava na fase final da ditadura.

Com a transferência de Jô Soares para o SBT, em 1988, entrava no ar o “Veja o Gordo”, uma continuação de “Viva o Gordo”, da Rede Globo. O programa também contava com artistas convidados e personagens representados pelo próprio Jô.

A abertura de “Veja o Gordo” mostrava Jô interagindo com várias personalidades, a maioria políticos. Ao fim, Jô fazia menção ao fato de ter se mudado para a então TVS/SBT. Ele ficava “ao fundo” de Mário Covas, senador da época, e apontava para um microfone da Globo e fazia um sinal negativo. Do lado oposto, ele apontava para um microfone da TVS/SBT e fazia um sinal positivo. No final, Covas, supostamente, ria do que acontecera “atrás” dele.

Tanto o “Viva o Gordo”, quanto o “Veja o Gordo” foram programas pioneiros que valorizavam a comédia e realmente faziam o povo rir, esquecendo um pouco das “amarguras” que o Brasil passava nos saudosos anos 80.

“Veja o Gordo” ficou no ar até 1990, quando Jô Soares estreou o talk-show “Jô Soares Onze e Meia”, também no SBT.

Jô Soares morreu em 05 de agosto do ano passado, aos 84 anos, deixando um legado artístico inestimável.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan jaigurudevashrammathura bo togel agen toto electrokwt