Por: A Tribuna
21/07/2023
07:00

A novela “De Corpo e Alma” foi exibida entre agosto de 1992 a março de 1993; escrita por Glória Perez teve como temas centrais a doação de órgãos, a troca de bebês na maternidade e a mudança no comportamento de homens e mulheres. Tudo começa quando Diogo (Tarcísio Meira) um renomado juiz casado com Antônia (Betty Faria) tem um caso extraconjugal com Betina (Bruna Lombardi), que morre num acidente de automóvel, logo após ter sido abandonada pelo amante. O seu coração é transplantado para Paloma (Cristiana Oliveira), a qual passa a ser “perseguida” por Diogo. Vale destacar que Antônia era uma típica mulher pacata e submissa e isso valeu alguns protestos na época.

Outro drama viveram os casais Bia (Maria Zilda Bethlem) e Caíque (José Mayer) e Terê (Neuza Borges) e Vado (Tônico Pereira) que tiveram seus filhos trocados na maternidade e anos depois passaram pelo trauma de assumirem seus filhos verdadeiros.

A personagem Paloma marcou a estreia de Cristiana Oliveira na Globo. Paloma era casada com o stripper Juca (Victor Fasano) e foi aí que Glória Perez mostrou e popularizou o “Clube das Mulheres” também através de outro stripper, Gino (Guilherme Lemes). Tanto Gino quanto Juca se envolveram com a milionária Stella (Beatriz Segall), uma mulher mais velha e liberal que dá vazão aos seus desejos, sem culpa alguma. Outra polêmica causada na trama foi o envolvimento da casada Simone (Vera Holtz) com o stripper Gino.

No entanto, uma tragédia na vida real encurtou a novela. Em dezembro de 1992, a atriz Daniela Perez, que na novela vivia a Yasmin, foi brutalmente assassinada por Guilherme de Pádua, seu colega de elenco, e Paula Thomas, mulher do ator. O fato mobilizou a opinião pública no Brasil inteiro. Apesar da tragédia, Glória Perez, mãe da atriz assassinada, conduziu a trama até o final aproveitando para incluir o tema “morosidade da Justiça brasileira” na sua história.

As últimas cenas de Daniela Perez como Yasmin, na novela, foram exibidas no último bloco do capítulo 146, no ar em 19 de janeiro de 1993, uma terça-feira. Ao final deste capítulo, os atores do elenco e o diretor Fábio Sabag prestaram uma homenagem à atriz, com depoimentos gravados, e a história prosseguiu. A saída de Yasmin da novela foi explicada com uma viagem de estudos, uma vez que a personagem era dançarina. Já o personagem Bira de Guilherme de Pádua simplesmente deixou de existir.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan