Por: A Tribuna
11/05/2020
10:05

A pandemia do novo coronavírus interrompeu as produções da televisão, assim como a vida de todos os brasileiros. Devido ao distanciamento social, a Globo decidiu reprisar vários de seus sucessos, e um deles foi “Malhação: Viva a Diferença”, contemplada com o Emmy Kids Internacional 2019. A novelinha voltou a fazer sucesso, assim como em sua exibição original.

Mas a Globo já havia gravado e estava prestes a estrear no Globoplay, “As Five”, série com as protagonistas de “Malhação: Viva a Diferença”. Na série, os fãs das cinco amigas que conquistaram o Brasil poderão ver as personagens Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Lica (Manoela Aliperti), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski) agora no começo da vida adulta, cada uma em seus conflitos pessoais, comuns à Geração Z. “Apresentamos as mesmas personagens em outro momento de vida, com novo registro de linguagem e interpretação, e abordagem de temas adultos, voltados para o contexto em que elas estão inseridas agora”, define o autor Cao Hamburger.

No final do ano passado, por quatro meses, as atrizes se dividiram entre Rio de Janeiro e São Paulo para as gravações da série. “Durante todo o período do trabalho, desde as preparações, foi uma sensação de euforia gigantesca, porque temos um carinho muito grande por essas personagens. Ter a oportunidade de voltar a contar a história das ‘Five’ é um grande privilégio”, conta Gabriela Medvedovski.

Daphne Bozaski, que se tornou mãe depois de “Malhação”, conta que a maturidade ajudou a entender as transformações na vida de Benê. “É muito interessante viver a personagem na mesma idade que eu tenho agora. As questões dela são outras, e foi um desafio grande deixar de lado a ingenuidade que ela tinha sem deixar a essência se perder”, revela a atriz. Já Lica, personagem de Manoela Alipeti, mudou pouco na série e continua levando a vida de um jeito leve e quase irresponsável. “Tive uma preocupação grande em não me repetir, buscar novos apoios e respiros para a personagem. Fora os momentos que exigiam mais concentração, nós cinco nos divertimos muito juntas. A sintonia foi incrível, estamos felizes com o resultado que conquistamos e muito ansiosas para ver as cenas no ar”, ressalta a atriz Manoela Aliperti.

Com uma linguagem mais próxima do cinema, “As Five” tem estética antenada com o universo digital, tão familiar à geração que já nasceu conectada.

A adaptação ao ritmo de série foi um dos maiores desafios para as atrizes. Ana Hikari conta que saiu exausta de um dia de gravação em que sua personagem só dizia uma palavra. “O ritmo é completamente diferente. Não achei mais difícil, apenas diferente. Antes tínhamos que entregar cinco capítulos por semana, era puxado o volume de texto. Agora mesmo sem tanto texto, o ritmo era muito intenso. Cada cena exigia uma intenção, um olhar, que tinham que ser muito precisos e isso requer tanto empenho ou até mais”, analisa.

Muito mais que o lugar onde a história se passa, São Paulo exerce grande protagonismo nas cenas, e está presente de diversas maneiras na narrativa da série. “Tudo foi pensado para que a cidade de São Paulo estivesse sempre presente, mesmo que em pequenos detalhes. Fizemos a primeira balada que as meninas curtem após o reencontro, por exemplo, no alto de um prédio no Centro, com as luzes da cidade ao fundo”, explica a diretora de Arte Rita Faustini. Locais emblemáticos da cidade como o Minhocão, Parque Ibirapuera, bairro da Liberdade e a Avenida Paulista estão entre as locações escolhidas.

Assim como os fãs, as atrizes mal conseguem controlar a expectativa para a estreia da série, que chega ao Globoplay ainda este ano. “Acho que todos querem ver como as ‘five’ estão vivendo nessa nova fase. São cinco mulheres muito diferentes, e esse é o encanto que as envolve. Mostramos o quanto é importante respeitar as diferenças do outro. Nossa expectativa é que as pessoas realmente se sintam representadas mais uma vez”, enaltece Daphne Bozaski.

Heslaine Vieira acredita que existe uma grande curiosidade em torno da amizade das personagens. “Para mim, manter a amizade com as meninas é muito importante. Além de colegas de trabalho somos amigas, nos falamos em qualquer circunstância, acredito que amizade é a família que a gente escolhe. Sinto que o público espera muito como vai ser esse reencontro das personagens”, conta Heslaine Vieira.

Do elenco original de “Malhação: Viva a Diferença”, a série traz também Juan Paiva (Anderson), Giovanna Grigio (Samantha), Bruno Gadiol (Guto) e Vinicius Wester (MB) e Malu Galli (Marta). Dira Paes, Rafael Vitti e Sophia Abrahão fazem uma participação especial.

Enquanto “As Five” não começa a ser mostrada, os fãs da novelinha podem conferir todas as emoções de seus personagens favoritos na reprise de “Malhação: Viva a Diferença”, que a Globo exibe diariamente em seus finais de tarde.

 

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura