Por: A Tribuna
21/06/2023
15:06

 “Em setembro de 2022, eu disse nesta tribuna que o anúncio da ambulância para o distrito de Arcadas poderia ser uma medida eleitoreira. E que, depois das eleições, poderia ser que essa ambulância sumisse. A ambulância sumiu”, discursou a vereadora de Amparo, Sílvia Forato (PT), na noite de 19 de junho.

Ela explica que o assunto é recorrente na cidade, desde 2013, depois retornou em 2016 com panfletos garantindo a ambulância para o distrito. “Inclusive em 2016 denunciaram que a mesma ambulância, a mesma imagem, havia sido prometida para outras cidades”, acrescenta Sílvia.

Realocação do posto dos Correios, adequações no prédio da Subprefeitura e outros ajustes foram citados pela vereadora para informar que a ambulância foi retirada do local. “Não sei qual a justificativa do Executivo, mas não podemos brincar com as promessas feitas para a população. Estamos falando de uma reivindicação antiga e relacionada à saúde. Se não vai cumprir, não prometa”, finaliza.

A vereadora e líder do governo, Alice Veríssimo (União), rebateu dizendo que a promessa de entregar a ambulância foi cumprida. "Era uma reivindicação do distrito, foi feito todo esforço necessário para colocar o veículo, o enfermeiro, o motorista, inclusive com pagamento de horas-extras e adicionais, mas, graças a Deus, o serviço não estava sendo tão necessário e o volume de trabalho para esta ambulância não justificava que ela ficasse lá sem utilização", argumentou Alice, ao explicar a mudança realizada pelo Executivo.

Já o presidente da Casa, vereador Edilson Camillo (Dil - PSD), fez sugestão de que a ambulância fique disponível no posto do bairro São Dimas para atendimento do bairro e também do distrito de Arcadas. "A distância é menor e a abrangência de atendimento será maior", disse.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura