Por: A Tribuna
23/02/2021
17:02

A Rede Municipal de Educação de Amparo se destacou no Congresso Nacional online de Educação Inclusiva/CONEI, que aconteceu de 10 a 13 de fevereiro. Maria Luisa Pozzebom Benedetti, coordenadora do Programa de Educação Inclusiva da Rede, Marisol Regina Pavani de Oliveira e Roberta Maria Spajari Anibal, professoras da Educação Especial, e Eliane Ramos, assessora, apresentaram o trabalho “A prática da Educação Bilíngue e Inclusiva na Rede Municipal de Educação de Amparo/SP”, que obteve o primeiro lugar, por compartilhar uma forma inédita, no contexto nacional, de praticar a Educação Bilíngue e Inclusiva. 

O evento contou com a participação de pesquisadores renomados, como a Profa Dra Maria Teresa Eglér Mantoan, que coordena o Laboratório de Estudos e Pesquisas em Ensino e Diferença (Leped), da Unicamp.

Para Eliane Ramos, nesse Congresso, “fomos vozes que comunicaram o envolvimento, o compromisso e a dedicação de cada professora que trabalha nas turmas comuns bilíngues e inclusivas, na Educação Especial, equipes escolares, famílias e alunos”. Ela destacou a importância do compromisso da Equipe da Secretaria Municipal de Educação que, desde 2006, move esforços para que a Educação Bilingue e Inclusiva seja uma realidade.

A assessora, em parceria com os profissionais da Rede, têm registrado e divulgado os estudos que realiza em artigos, capítulos de livros e outros meios. Parte dessa construção está disponível em seu doutorado que tem como título 

“Alfabetização e letramento de alunos com surdez no ensino comum”, realizado na Unicamp. Nele, a pesquisadora retratou um caso da Rede que adquiriu a Libras e aprendeu a ler e a escrever na Língua Portuguesa.

Luisa Benedetti ressaltou que a Educação Bilíngue e Inclusiva “faz parte do Programa ‘A educação tem muitas faces: educando e aprendendo na diversidade’, que teve início em 2001”. A coordenadora acredita que o “entendimento de como a inclusão escolar pode ser praticada no dia a dia é a grande base para a construção deste trabalho”.

Na Rede de Amparo/SP, as turmas comuns, que tem alunos considerados com surdez, têm dois professores, um que se comunica na Língua Portuguesa e outro que sinaliza na Libras. 

As duas línguas são trabalhadas ao mesmo tempo em todas as atividades com todos da turma, criando um ambiente de imersão, propício à formação de alunos bilíngues. Essa prática educacional e pedagógica, pioneira no Brasil, recebeu o nome de Bilinguismo Concomitante. Os serviços da Educação Especial, dentre eles, o Atendimento Educacional Especializado (AEE), tem um papel fundamental na identificação e na eliminação de barreiras que dificultam ou impedem que todos os alunos adquiram fluência tanto na Libras como na Língua Portuguesa.

Outra novidade criada pela Rede, e que chamou a atenção dos participantes do CONEI pelo seu ineditismo e inovação, é a Acessibilidade Sonora na Educação Bilíngue e Inclusiva.

As autoras do trabalho premiado ressaltam que este reconhecimento nacional é mérito de toda a Rede Municipal de Educação, formada pela Secretária de Educação, por supervisoras, diretoras, coordenadoras, professoras do ensino comum, da Educação Especial, alunos e suas famílias, que não medem esforços para que a Educação Bilíngue e Inclusiva aconteça na prática.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan jaigurudevashrammathura bo togel agen toto electrokwt