Por: A Tribuna
01/06/2021
14:06

No dia seguinte à divulgação do novo decreto que coloca a cidade de Amparo sob medidas mais restritivas na tentativa de diminuir os impactos da pandemia causada pela pandemia da Covid-19, a Prefeitura Municipal de Amparo divulgou uma tabela informando quais os estabelecimentos poderão trabalhar durante a fase emergencial (dias de semana) e no lockdown (finais de semana) até o próximo dia 14 de junho, quando se encerra o prazo válido do decreto nº 6.286, que instituiu as novas medidas mais restritivas no município.

Fase emergencial

Segundo o decreto, a fase emergencial funcionará da 0h de 1º junho até as 23h59 do dia 3 de junho e da 0h de 7 de junho até às 23h59 do dia 10 de junho. Durante esse período poderão funcionar, respeitando as regras dispostas no decreto, farmácias, clínicas médicas, odontológicas, óticas, veterinárias e de fisioterapia, além de urgências médicas, agências bancárias, postos de combustíveis. Também poderá funcionar os serviços de segurança, funerárias, abastecimento de água, gás, energia elétrica, serviços de manutenção municipal.

Os hipermercados, supermercados, minimercados, açougues, padarias, hortifrutis e afins poderão abrir em horários especiais até a meia noite. Já os restaurantes, lanchonetes e o comércio de rações e medicamentos veterinários poderão apenas atender em sistema de entregas (delivery). As indústrias de alimentos, medicamentos, equipamentos de saúde e higiene poderão trabalhar.

Durante Lockdown

Durante os dias de lockdown, da 0h do dia 4 (sexta-feira), até às 23h59 do dia 6 de junho (domingo) e também da 0h do dia 11 (sexta-feira), até às 23h59 do dia 13 de junho (domingo) poderão funcionar apenas as farmácias, urgências médicas e os serviços de segurança, funerárias, abastecimento de água, gás, energia elétrica, serviços de manutenção municipal. Os hipermercados, supermercados, minimercados, açougues, padarias, hortifrútis poderão trabalhar apenas no sistema de entregas e os postos de gasolinas poderão funcionar apenas na sexta-feira.

As indústrias de alimentos, medicamentos, equipamentos de saúde e higiene poderão trabalhar apenas com 50% do seu efetivo regular, e mediante preenchimento de cadastro no site da prefeitura.

Em sua publicação, a Prefeitura informou que todos os estabelecimentos que não foram apontados na tabela deverão permanecer fechados.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura