Por: Fonte: G1 Campinas
15/12/2022
12:00

As tarifas de pedágio de ao menos dez rodovias da região de Campinas (SP) vão ter um reajuste nos valores a partir da meia-noite da sexta-feira, 16 de dezembro. A alta vai variar, em média, de 10,5% a 11,8%. O aumento foi anunciado pelo Governo de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB) na quarta, dia 14 de dezembro.

Os valores foram informados pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). Alguns percentuais variam mais ou menos nas praças de pedágio das concessionárias por causa do arredondamento dos valores a serem pagos, segundo a Agência.

Os pedágios concedidos com tarifa quilométrica também foram reajustados. 

A lista completa está no Diário Oficial de SP.

 

Rodovias com novas tarifas para carros a partir de sexta-feira:

Rodovia Anhanguera (SP-330) - Valinhos (km 81 e km 82): de R$ 10,50 para R$ 11,70.

Rodovia dos Bandeirantes (SP-348) - Sumaré (km 115,5): de R$ 9,30 para R$ 10,40.

Rodovia Professor Zeferino Vaz (SP-332) - Paulínia(km 135,5 e km 132,5) : de R$ 9,50 para R$10,60 e de R$ 13,20 para R$ 14,70.

Rodovia Monsenhor Clodoaldo de Paiva (SP-147) - Mogi Mirim (km 52): de R$ 8,60 para R$ 9,60.

Rodovia Santos Dumont/Rodovia Engº. Ermênio de Oliveira Penteado (SP-075) - Indaiatuba (km 62 e km 62): de R$ 15,20 para R$ 16,80.

Rodovia Romildo Prado (SP-063) - Louveira (km 10,4): de R$ 2,10 para R$ 2,40.

Rodovia Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros (SP-340) - Jaguariúna (km 123,5): vai para R$ 15,20.

Rodovia Dep.Mário Beni (SP-340) - Estiva Gerbi (km 192,8): vai para R$ 9,10.

Rodovia Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros (SP-340) - Espírito Santo do Pinhal (km 191,8): vai para R$ 11,30.

Rodovia Prof. José André de Lima (SP-340) - Pórtico Santo Antônio de Posse (km147): vai para R$ 7,60.

Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP-101) - Monte Mor (km 29,7): vai para R$ 8,90.

height=275
Os novos valores foram informados pela Agência de Transporte
do Estado de São Paulo (Artesp)/Foto: reprodução EPTV

Segundo a Artesp, terão pedágios reajustados as rodovias administradas pelas concessionárias: CCR Autoban, AB Colinas, Ecovias, Intervias, Renovias, CCR SPVias, Tebe, AB Triângulo do Sol, CCR ViaOeste, CART, Ecopistas, CCR RodoAnel, Rodovias do Tietê, Rota das Bandeiras, SPMar e ViaRondon e Tamoios e Entrevias.

Previsão era não reajustar

O anúncio surpreendeu, já que em junho passado o governador Rodrigo Garcia (PSDB) afirmou que não haveria aumento neste ano. Na época, ele disse que não considerava alterar os valores porque os motoristas já estavam gastando muito com a alta dos preços da gasolina, do etanol e do diesel.

"Diante da alta desenfreada dos preços, principalmente dos combustíveis, é impensável onerar o bolso dos paulistas", comunicou o governador na ocasião, em rede social. Desde então, mudanças ocorreram.

Em agosto o Governo de São Paulo assinou um aditivo com as empresas concessionárias se comprometendo a aumentar os valores. Agora, Garcia afirmou que não quer deixar o problema para a próxima gestão, a do governador eleito Tarcísio de Freitas (PL), a partir de 1º janeiro de 2023. "Nós tivemos um esforço, que foi de São Paulo e foi de vários estados brasileiros, para que se evitasse o aumento dos custos de vida naquele momento. Isso foi feito, o governo de São Paulo bancou, portanto, esse não-reajuste de julho para cá, e pessoalmente eu sou um homem responsável. Eu não acho justo deixar isso para a próxima gestão. Portanto, estou assumindo, agora, o reajuste da tarifa de pedágios neste mês de dezembro para não passar problema para a gestão futura”, disse Garcia.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura