Por: A Tribuna
25/07/2022
11:07

É a primeira vez que Morungaba integra o Mapa do turismo. O município vem se tornando cada vez mais atrativo aos visitantes que preferem o sossego e a simplicidade. Em destaque, o clima agradável devido à preservação de muitas áreas verdes por todo o município.

O Parque Ecológico "Pedro Mineiro" e a Praça do Artesanato são alguns dos atrativos mais procurados entre os visitantes. Outra atração são os caminhos para a prática do cicloturismo que nunca esteve tão em alta na região.

"Temos empenhado muitos esforços para desenvolver o potencial turístico de Morungaba. É uma grande conquista para toda a população nossa estância integrar ao Mapa Turístico Brasileiro pela primeira vez, o que significa mais possibilidades de obter recursos do Governo Federal por meio do Ministério do Turismo", comemora o prefeito de Morungaba, Marquinho Oliveira.

PROMOÇÃO DO TURISMO

Estabelecido pelo Ministério do Turismo, o Mapa é um instrumento que reúne municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento e identifica necessidades de investimentos e de ações para promoção do setor em cada região turística do país.

Ao todo, 2.542 cidades distribuídas localizadas 322 regiões turísticas foram incluídas no Mapa do Turismo 2022. A iniciativa vai nortear a definição de recursos e de políticas públicas com foco no desenvolvimento do setor.

Entre fevereiro e março de 2022, a plataforma SISMAPA recebeu 2.822 solicitações de atualização de dados ou de novos cadastros, efetuados por gestores municipais. Esses registros foram homologados pelos gestores estaduais de turismo e, posteriormente, validados pelo Ministério do Turismo.

O Mapa do Turismo reúne municípios com real vocação turística ou impactados pelo setor de viagem. O objetivo é nortear a definição de políticas públicas, incluindo a destinação de recursos do Ministério do Turismo para obras de infraestrutura e oferta de cursos de qualificação profissional, por exemplo.

Para se cadastrar, os municípios precisam atender aos critérios estabelecidos na Portaria 41/2021. Entre eles estão possuir um órgão responsável pelo setor turístico e orçamento definido para investimentos. Também é necessário que as empresas e trabalhadores estejam registrados no Cadastur – Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos. Este credenciamento certifica ao turista que o serviço é regularizado e confiável.

Além disso, o município precisa comprovar a existência de um Conselho Municipal de Turismo ativo e ter assinado um termo de compromisso com o Programa de Regionalização do Turismo (PRT). Por fim, devem comprovar a existência de uma instância de governança regional no turismo, que pode ser conselho, associação, fórum ou comitê.

Neste ano, foi adicionado na plataforma um novo campo para preenchimento obrigatório denominado "Atividade Turística". O objetivo é obter uma base de dados sobre a atividade turística dos municípios, que contribuirá para melhor definição e desenvolvimento das políticas públicas.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura