Por: A Tribuna
26/09/2023
14:09

As equipes de Tráfego e de APH (Atendimento Pré-Hospitalar) da Renovias - concessionária que faz a interligação entre Campinas, Circuito das Águas e sul de Minas Gerais - participaram de um simulado de acidente envolvendo duas carretas e dois veículos de passeio e múltiplas vítimas, no dia 20 de setembro.

O simulado aconteceu às 9h, no SAU (Serviço de Atendimento ao Usuário) em Mogi Guaçu, localizado na Rodovia SP-340, km 175, pista Sul.

O treinamento teve como finalidade promover a integração dos profissionais que realizam atendimentos de emergência nas rodovias administradas pela Renovias e aperfeiçoar o trabalho das equipes da concessionária e dos demais serviços de emergência da região, como o Corpo de Bombeiros de Mogi Guaçu, SAMU, Polícia Militar Rodoviária (PMRv), CETESB, Defesa Civil e Ambipar.

O simulado, que teve o apoio da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), contará com o apoio do helicóptero Águia, da Polícia Militar, que fará o resgate com sua equipe do serviço de transporte aeromédico. Além disso, a Renovias contará a participação da Apolo Transportes, empresa de logística especialista em cargas perigosas e da Lotrans Logística e Transporte.

O simulado

O exercício fez a simulação de uma colisão lateral entre duas carretas (uma delas transportando soda cáustica), seguida de capotamento de veículos de passeio ocupados por quatro pessoas que permanecerão encarceradas. No total, serão 5 vítimas: 2 gravíssimas, 2 graves, 1 moderada, além de 1 envolvido sem lesão.

“É um exercício que fazemos para treinar nossas equipes e, posteriormente, avaliar o nosso trabalho e corrigir pontos que sejam necessários para garantir eficiência, agilidade e excelência no atendimento. Pensamos em um cenário em que várias equipes possam atuar de uma só vez e um tipo de acidente que, embora raro em nosso trecho, pode acontecer e as equipes precisam estar bem-preparadas para atuar”, explica o coordenador de tráfego da Renovias, Alexandre Bueno da Silva.

Mais de 30 profissionais participarão do simulado realístico, que contará com Veículos de Intervenção Rápida (VIR), ambulâncias, carros de inspeção e veículo de combate a incêndio, da Renovias; viaturas da PMRv; viatura de resgate do Corpo de Bombeiros e do SAMU; caminhão; caminhonete operacional; além de viaturas da Defesa Civil e da CETESB.

O simulado realístico também foi uma oportunidade de divulgar e reforçar a mensagem do Movimento Afaste-se. Lançado em agosto de 2022, o Movimento Afaste-se baseia-se na Move Over Law, uma lei originada dos Estados Unidos depois de um acidente de trânsito com o paramédico James Garcia, em 1994, na Carolina do Sul. Garcia estava trabalhando na rodovia no momento do acidente. A lei norte-americana exige que todos os condutores devem reduzir a velocidade e mudar imediatamente de faixa quando o motorista ver parado no acostamento ou no meio-fio, viaturas que estejam prestando serviços e que tenham as luzes de emergência acesas. O desrespeito a essa lei é passível de multa nos Estados Unidos.

Portanto, o objetivo principal do Movimento Afaste-se é proteger aqueles que trabalham prestando atendimento aos veículos que trafegam nas rodovias, proporcionando a estes profissionais condições mais seguras para realizar suas atividades. Esta iniciativa tem o apoio da ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura