Por: A Tribuna
18/05/2021
16:05

Dos quatro projetos que estavam na pauta da 16ª sessão ordinária da Câmara Municipal de Amparo, que aconteceu na tarde de segunda-feira, 17 de maio, os vereadores discutiram e aprovaram três e adiaram um.

Projetos aprovados

O Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2021, de autoria do vereador Carlos Cazotti (MDB), atual presidente do legislativo, que institui a honraria policial de destaque do ano, foi aprovado por todos os vereadores. O projeto determina que a própria corporação escolha entre seus servidores da Polícia Militar, Ambiental, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, qual deverá receber a honraria entregue pelo legislativo.

O segundo projeto discutido na sessão foi o Projeto de Lei nº 31/2021, também de autoria de Carlos Cazotti, determina que o transporte público municipal tenha 20% de assentos acessíveis para cadeirantes. O autor do projeto exemplificou que “se a empresa tiver 10 ônibus, dois deles deverão ser adaptados, com horários e trajetos específicos, enquanto as outras linhas seguem seus trajetos normais”. O vereador Elson Batista Pereira – Pastor Elson (PL) comentou que a acessibilidade tem que ser nos ônibus de todos os trajetos para atender a população e ainda pediu que mais para frente essa acessibilidade seja disponibilizada em vans e também em taxis.

Já a vereadora Rosa Aparecida Montini Rodrigues – Rosinha Cabelereira (PSDB) lembrou que além de ter ônibus adaptado é precisa dar treinamentos para os motoristas pararem nos pontos e ajudar os cadeirantes. “Eu já vi muito em Campinas e outras cidades os ônibus adaptados não parando nos pontos com cadeirantes, e isso é humilhante para o cidadão”, disse a vereadora. Depois da discussão o projeto foi aprovado por todos os vereadores.

O terceiro projeto aprovado da noite foi o Projeto de Lei nº 39/2021, de autoria do prefeito Carlos Alberto Martins (MDB) que permite a concessão de adiantamento de diária de viagens se servidores municiais (motoristas e motoristas de ambulância) para deslocamentos fora do município. O projeto também foi aprovado por unanimidade.

Projeto adiado

O terceiro projeto da sessão, de autoria de Carlos Cazotti, o Projeto de Lei nº 35/2021, que cria o selo de enfrentamento a Covid-19, chamado de “Selo Comércio Legal - Xô Corona”, foi adiado para o dia 23 de setembro, atendendo a pedido do próprio autor do projeto. O autor do projeto pediu o adiamento do projeto para melhor análise do assunto, e foi atendido por todos os vereadores, que aprovaram o pedido de adiamento por unanimidade.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan