Por: A Tribuna
06/07/2021
13:07

O prefeito de Amparo Carlos Alberto Martins (MDB) assinou e encaminhou a Câmara Municipal de Amparo que determina que as pessoas que se recusarem a tomar a vacina contra Covid-19 de marcas ou laboratórios específicos irão para o final da fila da vacinação e só receberão a dose depois do último adulto de 18 anos. O anunciou do prefeito sobre o Projeto de Lei foi feito hoje, 6 de julho, data em que o prefeito recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19.

O prefeito informou ainda que solicitou no Projeto de Lei que a propositura seja votada em sessão extraordinária, já que os vereadores estão em recesso. Segundo ainda o prefeito, a pessoa que burlar a lei poderá receber multa no valor de R$ 10 mil. Até a última segunda-feira, cinco município do Estado de São Paulo tinham adotado medida semelhante a proposta pelo prefeito de Amparo sobre a escolha do imunizante.

“Hoje foi a minha vez de receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19. Estou feliz demais com essa enorme oportunidade e aliviado de finalmente ter chegado meu dia”, escreveu o prefeito na sua página na rede social Facebook. Ainda na rede social o prefeito pediu doações de alimentos para o Projeto Vacinação Solidária. “Quando você for receber sua dose de vacina, leve 1kg de alimento não perecível para ser doado a quem precisa de ajuda em Amparo. Participe da campanha Vacinação Solidária!”, completou.

Números positivos

O número de pessoas que se recusaram a tomar a vacina caiu significativamente depois de a Prefeitura de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, determinar que a pessoa que se recusasse a tomar o imunizante contra a Covid-19 disponível no posto seria obrigada a assinar um termo de responsabilidade que a coloca automaticamente no fim da fila. Na quinta-feira (1º), quando a medida entrou em vigor, foram registradas 20 recusas. Um dia antes da medida, na quarta-feira (30), esse número tinha chegado em 222.

Um levantamento realizado pela GloboNews no estado de São Paulo, divulgado na terça-feira, dia 6, apontou que mais de 80 pessoas já assinaram o termo de responsabilidade por se recusar a tomar a vacina nas cidades que implantaram a mesma medida que São Bernardo do Campo.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura