Por: A Tribuna
09/01/2024
16:01

Solicitar orçamentos via WhatsApp, reutilizar itens e aproveitar as compras coletivas são algumas das soluções propostas por especialista do CEUB

O ano letivo se inicia e, com ele, chegam as despesas extras, sobretudo para quem tem filhos em idade escolar. A inflação assusta quando o assunto é volta às aulas e de acordo com levantamento divulgado pela Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares, o material escolar está entre 7% e 9% mais caro para este ano letivo. Para driblar os desafios da alta nos preços, o professor de Ciências Contábeis do Centro Universitário de Brasília (CEUB), Max Bianchi Godoy, lista 10 dicas para economizar no material escolar.

 

Confira as dez dicas

1. Faça uma lista: priorize itens que são indispensáveis para evitar gastos desnecessários e estabeleça previamente um limite de orçamento.

 

2. Reutilização: reaproveite itens escolares antigos ou usados por filhos mais velhos como alternativa sustentável para poupar gastos supérfluos.

 

3. Pesquisa de preços: compare preços de lojas online e físicas. Para facilitar, muitas delas atendem WhatsApp ou por e-mail.

 

4. Fornecedores: assim como nas compras de mercado, na maioria das vezes fica mais barato adquirir itens em estabelecimentos diferentes. Para garantir a economia, fique atento às promoções – alguns descontos valem somente para compras online.

 

5. Marcas e tendências: vale optar por itens genéricos, que são mais baratos e com qualidade semelhante, do que focar em materiais de grandes marcas.

 

6. Pagamento: se possível, pague à vista, negociando descontos. Se o lojista deixa de ter despesas com cartão e com taxas administrativas, é justo repassar esse ‘custo’ como desconto - principalmente se o pagamento for em dinheiro ou PIX.

 

7. Parcelamento: cuidado com a possibilidade de dividir em muitas vezes, pois os acréscimos podem estar embutidos no valor dos produtos. Compare os preços com os de fornecedores para pagamentos à vista e verifique se o valor final dos itens não foi majorado.

 

8. Livros didáticos e literários: itens usados podem ser encontrados em ‘sebos’ e lojas de livros de segunda mão, o que permite gastar metade do valor de itens novos. O mesmo serve para mochilas e uniformes escolares, que devem ser examinados para garantir boas condições.

 

9. Itens de reposição: pesquise a quantidade de papéis, cadernos, canetas, lápis que serão consumidos ao longo do ano e compre em maior quantidade para negociar o valor.

 

10. Grupos de pais: a união de pais e responsáveis em redes sociais pode ser muito válida para compartilhar informações sobre preços. Além de verificar os itens mais caros e os mais necessários, funciona bem para compartilhar fornecedores com preços menores.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan