Por: A Tribuna
22/06/2023
01:00

O deputado Edmir Chedid (União) defendeu nesta quinta-feira (15) a importância do Mutirão Preço Justo, instituído pelo governo federal com o intuito de proteger consumidores de aumentos abusivos praticados por postos de combustíveis. A atividade conta com um canal aberto de denúncias on-line que já recebeu mais de mil denúncias no país (São Paulo aparece em terceiro lugar).

Os registros de valores acentuados estão sendo realizados por meio de um formulário on-line, de forma fácil e rápida. “Todos devem fazer denúncias caso identifiquem preços altos nos postos do Estado. Afinal, esta é uma forma de acabar com esta prática que traz prejuízos ao nosso consumidor”, comentou.
Edmir Chedid disse que a intenção é justamente verificar se os postos de abastecimento estão repassando de forma adequada as variações de preço ao consumidor final e se estão cumprindo as normas e regulamentações vigentes. “A responsabilidade pela fiscalização é de todos nós; todos devem colaborar informando ao governo federal os aumentos abusivos praticados no Estado.”

O canal aberto de denúncias teve início em maio deste ano; até abril, por exemplo, contabilizou mais de mil denúncias de todos os estados e do Distrito Federal. Minas Gerais liderava com 149 denúncias. Na sequência, estavam Ceará (82), São Paulo (79), Bahia (74) e Alagoas (72) – os números apresentados eram parciais.

Para fazer a denúncia, clique aqui.

Senacon

O Mutirão Preço Justo foi desenvolvido pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e recebeu apoio dos Procons, responsáveis pelo monitoramento da precificação dos combustíveis nos municípios brasileiros e envio ao governo federal do maior e menor valor encontrado nos estabelecimentos. “Outros itens também estão sendo fiscalizados pelos Procons”, concluiu.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura