Por: A Tribuna
05/04/2021
11:04

Centenas de motoboys que atuam na cidade de Amparo promoveram no sábado, 3 de abril, uma manifestação. Eles se concentraram no estacionamento da antiga empresa Corsi Matérias para Construções e dali, partiram com suas motos passando por diversas ruas da cidade de Amparo. Desde início da pandemia, cresceu significativamente a quantidade de pessoas que estão trabalhando como motoboys em todo o País e promovendo a entrega de diversos tipos de mercadorias.

Entre as reivindicações apresentadas pelos motoboys em Amparo estavam melhoria nas condições de trabalho, readequação das taxas de entrega, adequação do valor do combustível nos postos da cidade e valorização da classe trabalhadora.

Nas redes sociais a categoria divulgou a seguinte nota: “Tendo em vista o fechamento do comercio de vários Estados do Brasil devido a pandemia do Coronavirus, aumentou em muito a quantidade de pessoas que se viram obrigadas a buscar meios alternativos aos seus trabalhos habituais; alguns empreenderam com comercio de bebidas, outros de alimentos, e muitos foram para o ramo dos transportes. Sendo como ‘uber’ ou buscando tornar-se motoboys. Com isso, muitos estão aceitando valores completamente desproporcionais a categoria, tornando-se alvos fáceis de empregadores que querem a todo custo lucrar cada vez mais em cima do caos em que o mundo esta passando. Não só empregadores querem lucrar, mas outras classes trabalhadoras do país vem se aproveitando em muito da crise para justificar seus preços. São estes, também, as distribuidoras de combustível e também os próprios postos que revendem os combustíveis. No município de Amparo/SP, não temos, ao menos ainda, sindicato responsável para transportes de classe “motofretista”, que inclui todo o ramo de transporte através de motocicleta. Porem, é uma classe extremamente unida e batalhadora, que trabalha diuturnamente por todos os dias da semana e em muito, não é percebida pela sociedade num geral. Tem então por finalidade a presente manifestação para que mostrem que a classe de Motoboys da cidade de Amparo é grande e ampla; que necessitam, também, de reajustes em suas taxas de entregas ou valores fixos pagos e principalmente, necessitam, assim como todos, que haja pratica de preço justo nos combustíveis, pois há postos que praticam o valor de aproximadamente R$ 5,40 e outros que praticam preços de R$4,80 a R$4,99. As principais reivindicações são: Melhoria nas condições de trabalho, readequação das taxas de entrega, adequação do valor do combustível nos postos da cidade e valorização da classe trabalhadora”.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura