Por: Jornal A Tribuna
14/12/2022
12:30

Após atuação da promotora de Justiça Veronica Silva de Oliveira, quatro acusados pela morte de um motorista de aplicativo em Campinas foram presos preventivamente ao fim de audiência realizada na última segunda-feira, dia 12 de dezembro. Os réus respondem por homicídio com três qualificadoras, destruição de cadáver, furto e extorsão.

De acordo com os autos, em julho de 2020 uma das integrantes do grupo criminoso solicitou uma corrida saindo do centro de Campinas. Lá, a mulher e os comparsas coagiram o motorista a entrar no porta-malas do veículo depois de entregar cartão bancário e a respectiva senha. Em seguida, o homem foi espancado, atropelado e teve o corpo carbonizado.  

Mesmo com parecer favorável do MPSP, o pedido inicialmente apresentado pela autoridade policial para a prisão dos acusados foi negado na época do crime. Agora, Veronica convenceu o Judiciário da necessidade concreta de retirar os réus do seio social cautelarmente, considerando a periculosidade dos agentes, e não apenas a culpabilidade. Para a promotora, os fatos evidenciaram a personalidade perversa dos envolvidos.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan