Por: A Tribuna
27/05/2021
08:05

A cidade de Amparo acordou nesta quinta-feira, 27 de maio, com uma operação da Polícia Federal, que cumpriu três mandados de busca e apreensão em endereços de pessoas físicas e jurídicas da cidade. As investigações começaram em 2020, com o objetivo de apurar crimes contra o sistema financeiro e evasão de divisas com um prejuízo total de R$ 115 milhões. Segundo a Polícia Federal, a atividade de câmbio ilegal de moedas estrangeiras estava acontecendo em uma empresa sem autorização do Banco Central.

A operação, que recebeu o nome de “Cash Box”, recebeu autorização da 2ª Vara Federal de São Paulo, teve início a partir de informações compartilhadas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Irregularidades

De acordo com a PF, o Coaf apontou irregularidades nas transações relacionadas a uma pessoa jurídica do município. Durante as investigações, a corporação identificou que a empresa investigada atuava no mercado de câmbio paralelo, comercializando dinheiro estrangeiro em espécie, "e também fazendo operações de dólar-cabo, para remessa de valores ao exterior".

Segundo o relato do Coaf à Polícia Federal, foi registrada uma movimentação em espécie no valor de R$ 115,4 milhões em um intervalo de cinco anos, entre 2 de março de 2015 e 1º de junho de 2020. Além disso, em 2019, a empresa recebeu R$ 83 milhões, também em dinheiro.

O nome da operação, "Cash Box" (Caixa de recebimentos, em inglês), faz referência à empresa utilizada para as transações. Ela funcionava como um local para receber pagamentos. Os investigados vão responder por crimes contra instituição financeira com penas que podem chegar a 10 anos de prisão.

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura