Por: A Tribuna
21/09/2023
10:09

Um marroquino residente na cidade de Amparo foi agredido por facadas na madrugada de domingo para segunda-feira, 18 de setembro. O fato ocorreu por volta de 1h40 defronte a uma adega, na Rua Cabo João dos Santos, no Ribeirão, em Amparo. A vítima, T.S. levou três facadas em partes distintas do corpo. O agressor seria R.P.S.S., 32 anos, que momentos antes estaria conversando com a vítima. Todo o fato foi registrado num vídeo.

Logo após a agressão a Guarda Civil Municipal (GCM) de Amparo que realizava patrulhamento foi solicitada a comparecer no local. Os GCMs foram informados sobre uma briga entre dois
homens, os quais estavam munidos de facas. Os GCMs se depararam no local T.S., o qual havia sido atingido por uma faca, em três lugares distintos. Os GCMs acionaram a ambulância municipal, que esteve pelo local, conduzindo a vítima a Santa Casa Anna Cintra.

Posteriormente, os GCMs apuraram que R.P.S.S havia deferido os golpes contra a marroquino. Sendo assim, obtiveram informações acerca do paradeiro do agressor com populares que se encontravam pelo local dos fatos. Desta forma se dirigiram ao endereço informado. Na residência foram recebidos pela esposa de R.P.S.S, que informou que ele se encontrava em casa. Os GCMs foram autorizados a entrar na residência. Ao avistar os agentes policiais, o agressor se ajoelhou e colocou as mãos na cabeça sendo detido e colocado na viatura.

Já no interior da viatura, no compartimento de preso, R.P.S.S começou a apresentar um comportamento agressivo, se debatendo contra a lataria do veículo, foi quando conduziram o mesmo a Santa Casa Anna Cintra, onde foi sedado. Logo após, o agressor foi conduzido a Delegacia de Serra Negra, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Os GCMs apresentaram um vídeo gravado por câmera de segurança do local dos fatos, que mostrava o ocorrido. Neste vídeo é possível ver R.P.S.S. agredindo o marroquino, que também estaria também portando uma faca, porém não deferiu golpes contra o seu agressor.

Na Delegacia de Polícia, a autoridade policial, Walter Pires Bettamio Jr considerou que os indícios de autoria e materialidade no momento seriam insuficientes e carecia de investigação mais aprofundada determinando uma apuração mais profunda sobre o caso. “Tendo em vista haver pelo local vestígios de sangue, sendo os mesmos fotografados pelos agentes, fora expedida a requisição de IC-Local para a perícia técnica, a qual será realizada indiretamente. Ressalva-se que não foi possível a identificação do suspeito aqui presente em confronto com as imagens, uma vez que as vestimentas apresentadas no vídeo não condizem com as apresentadas pelo suspeito na delegacia. Não foi possível a oitiva em declarações, pois o mesmo encontrava-se sob efeito de medicamentos após retornar do hospital”, foi relatado no boletim de ocorrência.

O agressor foi liberado. Já a vítima, foi informada que teria, um prazo de seis meses, para oferecimento de representação criminal em face do autor/investigado na Delegacia de Polícia da área do fato.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan