Por: A Tribuna
25/01/2024
18:00

A Polícia Civil de Amparo prendeu um homem acusado de haver matado uma mulher cujo corpo foi encontrado no Rio Camanducaia no último dia 14 de janeiro. A prisão do homem aconteceu no sábado, 20 de janeiro. Indagado pelos policiais civis ao ser detido, o acusado confessou a prática do crime e disse que tirou a vida da vítima com uma facada no peito e que, logo após a facada, ela pulou no Rio Camanducaia.

A Polícia Civil de Amparo, através dos policiais civis e chefia do SIG, por determinação da autoridade policial, iniciou diligências na data de 14 de janeiro, logo após o encontro de um cadáver no Rio Camanducaia, no Jardim Modelo, no município de Amparo.

Após intensas investigações de campo, os policiais civis lograram êxito em identificar e qualificar o autor do crime. Diante dos fatos e em poder do relatório de investigação, a autoridade policial representou pela prisão temporária do investigado e também pela busca e apreensão na residência do acusado, além de autorização para verificar os dados telemáticos de seu aparelho celular, o que foi concedido pela Justiça de Amparo. Cabe salientar que é mais um crime de homicídio esclarecido pela Polícia Civil de Amparo, dando a pronta resposta para a sociedade.

A mulher encontrada morta nas águas do Rio Camanducaia, em Amparo, foi sepultada na manhã de terça-feira, 16 de janeiro. Até a data do sepultamento, a mulher não havia sido identificada. O corpo foi encontrado nas águas do rio no domingo, 14 de janeiro, nas proximidades do Modelo, e estava junto a galhos de árvores, sendo removido do rio por soldados do Corpo de Bombeiros e levado ao Instituto Médico Legal (IML). Segundo informações, o corpo encontrava-se em avançado estado de decomposição. A mulher foi identificada como sendo M.J.

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura