Por: A Tribuna
06/10/2021
14:50

Na noite de quinta-feira, 30 de setembro, a Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de violência doméstica e descumprimento da Lei Maria da Penha, e acabou dando voz de prisão para o indiciado J.C.P.

Quando os policiais chegaram, o homem estava dentro da casa da vítima, que declarou ter medida protetiva contra o indiciado. O indiciado afirmou saber da medida protetiva. Ao fazer busca no veículo do indiciado para coletar os documentos, uma das policiais encontrou quatro pinos de cocaína. Nada mais de irregular foi encontrado e o indiciado recebeu voz de prisão pelo descumprimento da medida protetiva e pelo porte de drogas. Quando se dirigia para a viatura, o indiciado conseguiu fugir, tendo que ser perseguido pelos policiais. Quando conseguiram fazer a abordagem, o indiciado resistiu e lutou contra os policiais, que precisaram fazer uso de força e das algemas para imobiliza-lo.

 O indiciado e a vítima foram apresentados à Central de Flagrantes de Serra Negra, onde a autoridade policial não ratificou a prisão, e determinou e liberação de J.C.P. para responder ao processo em liberdade.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura