Por: Fonte CidadeOn
09/02/2022
11:02

A CPFL Energia registrou no município de Amparo 21 ligações clandestinas durante o ano de 2021. Os dados foram obtidos pelo site CidadeOn e divulgados na quarta-feira, 9 de fevereiro. Durante 2021, a empresa realizou no município 1024 inspeções. Os dados colocam Amparo na segunda colocação na região do Circuito das Águas, atrás apenas da cidade de Jaguariúna com 43 fraudes. Porém Amparo foi a cidade com maior número de inspeções na região

"Infelizmente, a cada ano, vemos que a prática das ligações irregulares de energia continua. Nosso papel, como distribuidora, é realizar as inspeções para combater essa prática. O uso de tecnologia de ponta tem nos permitido aumentar as constatações de irregularidades em determinados clientes, o que nos alerta sobre a prática do "gato". Assim, as inspeções são cada vez mais efetivas", afirma o Gerente de Recuperação de Energia da CPFL, Ruan dos Reis Alves, em entrevista para o CidadeOn

A CPFL Energia informa que a cidade de Holambra é a única da região que não é atendida pela empresa, mas sim pela companhia elétrica Cemirim. Dos oito municípios atendidos pela empresa, apenas Jaguariúna e Pedreira recebem serviços da distribuidora CPFL Santa Cruz. Já as cidades de Águas de Lindoia, Amparo, Lindoia, Monte Alegre do Sul, Serra Negra e Socorro são atendidas pela CPFL Paulista.

"O furto de energia traz perdas comerciais para todos: clientes regulares, poder público e distribuidora de energia. Além da questão financeira, as ligações clandestinas geram instabilidade ao sistema elétrico, podendo levar a desligamentos e problemas em equipamentos, como transformadores. Por isso, incentivamos as denúncias anônimas dos clientes que sabem ou desconfiam de ligações irregulares", complementa Alves.

Crime

Fraudes e furtos de energia são crimes previstos no Código Penal, e as penas podem chegar a até quatro anos de prisão. Além disso, se a pessoa for flagrada cometendo a irregularidade, terá os valores retroativos cobrados de acordo com o período em que deixou de pagar pelo fornecimento.

A empresa ainda reforça que as irregularidades também deixam a conta de luz mais cara para todos os consumidores, já que a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) reconhece a ação como uma "perda comercial", e este valor "perdido" é rateado entre todos os consumidores da distribuidora.

A CPFL informa que os clientes podem contribuir de forma sigilosa para o combate às irregularidades por meio dos canais disponibilizados pela concessionária. As denúncias podem ser realizadas pelo aplicativo "CPFL Energia", disponível para todas as plataformas de dispositivos móveis, pelo site ou pelo e-mail denunciafraude@cpfl.com.br.


Os números da região do Circuito das Águas

- Águas de Lindóia - 362 inspeções / 14 fraudes / 1,1 GWh recuperados;
- Amparo - 1024 inspeções / 21 fraudes / 1,5 GWh recuperados;
- Jaguariúna - 556 inspeções / 43 fraudes / 0,5 GWh recuperados;
- Lindóia - 64 inspeções / 4 fraudes / 0,2 GWh recuperados;
- Monte Alegre do Sul - 64 inspeções / 2 fraudes / 0,2 GWh recuperados;
- Pedreira 338 inspeções / 8 fraudes / 0,6 GWh recuperados;
- Serra Negra - 674 inspeções / 14 fraudes / 2 GWh recuperados;
- Socorro - 595 inspeções / 16 fraudes / 1,4 GWh recuperados;


 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura