Por: Marcelo Henrique, poeta, escritor e jornalista
18/08/2021
10:08

Neste 18 de agosto, quarta-feira, a Loja Maçônica “Trabalho” (A.R.L.S. “Trabalho” nº 238), pertencente ao Grande Oriente do Brasil (GOB), completa 149 anos de existência no município de Amparo, sendo uma das Lojas Maçônicas mais antigas e tradicionais de todo o Brasil. A sigla “A.R.L.S.”, entre parênteses, própria do universo maçônico, significa “Augusta e Respeitável Loja Simbólica”.

Fundada em 18 de agosto de 1872 por Bernardino de Campos, José Pinto Nunes Júnior, Manuel de Paiva Moreira, Francisco Antônio de Oliveira Prestes, José Gomes de Oliveira Carneiro, José Pedro de Godoy Moreira, Joaquim Pereira da Silva Barros, Antônio José Soares Filho, Eugênio Pinto Pereira, João Mendes do Amaral, Francisco de Assis Santos Prado, Joaquim Caetano Leme, José Manuel de Miranda, Zeferino da Costa Guimarães, Jorge Franco do Amaral, João Rodrigues Teixeira, José Francisco Leme e Salvador José de Miranda. Seu aniversário é comemorado, sempre, num dia 18 de agosto.

A instituição era ligada aos principais nomes do Partido Liberal amparense, os quais logo depois se filiaram ao Partido Republicano, tendo ajudado a criar em Amparo o “Álbum do Centenário”.

A Maçonaria amparense prestou relevantes serviços na campanha abolicionista e na propaganda republicana, além de criar a Escola Ganganelli e doar a chácara onde hoje está a ETEC João Belarmino.

No século XX, a Maçonaria amparense foi presidida, durante muitos anos, pelo dr. Virgílio de Araújo. Depois, na segunda metade desse século, foi venerável dela o dr. Benedito Luís da Motta Pacheco.

Tinha uma magnífica sede própria na Rua 15 de Novembro (onde, atualmente, está localizada a garagem do Edifício Sílvia Corsi – esquina com a Praça Monsenhor João Baptista Lisboa), onde ficou durante muitos anos.

O atual venerável mestre da Loja Maçônica “Trabalho” é o coronel Antônio Augusto Spinieli.

Em Amparo, atualmente, há quatro Lojas Maçônicas: A.R.L.S. “Trabalho” nº 238, A.R.L.S. “Harmonia e Trabalho” nº 2953, A.R.L.S. “Os Essênios” nº 164 e A.R.L.S. “Caminhos de Abraão”, sendo que a Loja “Caminhos de Abraão”, embora se reúna em Amparo, é de Tuiuti/SP.

Em Amparo, também são muito atuantes os integrantes de uma organização paramaçônica patrocinada e mantida pela Maçonaria (organização essa centenária, fundada nos Estados Unidos), a Ordem DeMolay, que congrega jovens de 12 a 21 anos, os quais, sob a égide das sete virtudes cardeais de um Demolay – o amor filial, a reverência pelas coisas sagradas, a cortesia, o companheirismo, a fidelidade, a pureza e o patriotismo –, começam a vida de uma maneira bela e edificante, doando-se em prol do semelhante, honrando, com atitudes concretas, os princípios e o Código de Conduta DeMolay. A Ordem DeMolay, em Amparo, existe há 15 anos, sendo patrocinada pela Loja Maçônica "Trabalho". O líder de cada Capítulo (núcleo) é chamado de “mestre-conselheiro”. Os maçons, que se tratam, entre si, como “irmãos”, são chamados de “tios” pela juventude DeMolay


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura