Por: Jornal A Tribuna
23/12/2022
07:00

As obras da futura sede da Câmara Municipal de Amparo devem ser iniciadas em 2023. A informação foi passada pela presidente do Legislativo amparense, vereador Carlos Benedito Cazotti (MDB). No dia 16 de dezembro, após o devido processo licitatório, na modalidade de tomada de preços, sua devida homologação e adjudicação, o presidente Carlos Cazotti, conjuntamente com o diretor da casa, Júlio Cesar Teixeira Roque, assinou o contrato para que, logo nos primeiros dias do mês de janeiro de 2023, sejam iniciadas as obras objetivando a adequação do imóvel e mudança definitiva da Câmara Municipal de Amparo para instalações próprias, prevista para o próximo ano, quando, então, deixarão de ser despendidos valores com locação. A empresa contratada e vencedora da licitação é a “Exata Construtora Ltda. – EPP”, que apresentou o valor de R$ 1.691.497,25 para realizar o serviço. Importante frisar também que esse dinheiro já se encontra no caixa da Câmara Municipal de Amparo e não vai prejudicar quaisquer outras ações ou investimentos públicos realizados no município.

A nova sede da Câmara Municipal de Amparo será instalada junto ao prédio que pertenceu ao Cisbra, no Jardim Santo Antônio, próximo à Clínica Fazenda Palmeiras, e contará com 15 gabinetes para vereadores, sala de reunião, auditório para 166 pessoas, salas para a administração, sala de reuniões, sala da TV Câmara, sanitários etc. O prédio do Cisbra conta com dois andares e tem uma área de aproximadamente 1.200 metros quadrados. Á área total do terreno onde será construída a sede da Câmara Municipal tem cerca de 11 mil metros quadrados. Haverá, ainda, vagas para cerca de 50 veículos. O futuro prédio contará também com rampas que permitirão maior acessibilidade ao local.

Desde 1989, a Câmara Municipal de Amparo funciona num prédio alugado que fica na Praça Tenente José Ferraz de Oliveira, centro de Amparo. O valor do aluguel, hoje, é de cerca de R$ 12 mil.

Há muito tempo o Legislativo amparense buscava maneiras para construir a sua sede e se livrar do pagamento do aluguel. Foram muitas as propostas apresentadas, foram muitas as áreas e muitos os prédios apresentados que poderiam ser usados para a construção do prédio, mas, finalmente, parece que essa “novela” terá o seu capítulo final e, enfim, o Poder Legislativo contará com uma sede própria.

Talvez críticas sejam feitas pelo fato de a área escolhida ser distante do centro da cidade. Porém, há que se entender que o fato de a Câmara Municipal de Amparo ter a sua casa própria, deixando de pagar aluguel, já será uma grande vantagem para o município. Importante lembrar que o prédio que será reformado pertencia ao município e não estava sendo utilizado, enquanto o Poder Legislativo amparense estava pagando aluguel.

Com a construção dessa nova sede, quem ganha é o município de Amparo, quem ganha é a população e o Poder Legislativo. Ficamos, agora, à espera de que a obra seja efetivamente iniciada, realizada e concluída e que, finalmente, o Legislativo possa contar com a sua casa própria.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan