foto de Campanha do Agasalho 2019 dobra arrecadação em Serra Negra
Foram mais de 20 mil peças doadas neste ano, além de sapatos, cobertores e outros/Foto: Divulgação
Por: Redação A Tribuna
20/08/2019
11:08

O Fundo Social de Solidariedade da Estância de Serra Negra arrecadou na Campanha do Agasalho 2019, encerrada em 31 de julho último, 20.756 peças de roupas. O número, confirmado nesta semana, representa mais que o dobro do ano passado, que teve 10.307. Houve um aumento também de famílias cadastradas, de 26,6%. Em 2018 foram 338 ante 428 neste ano.

“Tivemos uma parceria muito importante com a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social nos cadastros das famílias e doações. As assistentes sociais fazem o atendimento e quando vem uma necessidade de roupa ou cobertor é o Fundo Social que fornece”, destacam a Presidente e a Vice do Fundo Social, Yara de Souza Leme Ferraresso e Daniele Panchioni, respectivamente.

A Campanha foi iniciada em no dia 1º de abril através do recadastramento das famílias já atendidas pelo Fundo Social. Caixas para a coleta foram distribuídas em diversos pontos da cidade. Foram arrecadados também 951 pares de sapatos, 79 cobertores usados, 143 peças roupas de cama, mesa e banho, 127 peças entre bolsas e cintos. Além das peças doadas, o Fundo Social comprou também 524 cobertores novos, com o dinheiro do bazar que promove.

 “É importante esclarecer que o dinheiro arrecadado com o bazar aqui no Fundo Social é usado em todas as iniciativas. Além da Campanha do Agasalho também outras doações”, acrescentam. No último dia 18 de julho, por exemplo, foram entregues ao Hospital Santa Rosa de Lima dez lençóis e dois biombos.

Dia D

O Dia D da campanha ocorreu em 18 de maio. Numa grande mobilização, cerca de 150 pessoas atuaram na arrecadação de agasalhos, entre funcionários da Secretaria de Educação, Garagem Municipal, Cozinha Piloto, Fundo Social, Secretaria da Assistência Social, Polícia militar, Guarda Civil Municipal, Sabesp, Corpo de Bombeiros.

As equipes percorreram ruas do Centro, Refúgio, Alto das Palmeiras e São Luiz e arrecadaram roupas, cobertores e demais peças a fim de serem distribuídos para as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social no município. Alguns comerciantes também doaram agasalhos.

Busca ativa

Ao longo da campanha, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social realizou também busca ativa não somente de famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social, mas pessoas em situação de rua. Os principais pontos do município foram percorridos em período noturno e foi encontrada apenas uma pessoa em situação de rua, dormindo em frente à Fonte São Jorge, na noite de 8 de julho, que não quis ser encaminhada para nenhum local, mas aceitou um agasalho.

Qualidade

“Ficamos muito contentes, não pelos números, mas por ver que a solidariedade ainda prevalece em muitas pessoas, pois, além do aumento na arrecadação, a qualidade das peças doadas nos surpreendeu positivamente. Que as pessoas continuem doando roupas boas para podermos assistir cada vez melhor os mais carentes. Nosso agradecimento a todos que colaboraram conosco de alguma forma”, concluem.

Apesar de a época de frio mais intenso estar no final, as doações de peças de roupas e agasalhos podem ser realizadas durante todo o ano na sede do Fundo Social, na Avenida João Gerosa, 98, Centro.


    //ultimas noticias

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura