Por: A Tribuna
10/12/2019
14:30

A Prefeitura Municipal de Amparo protocolou, no dia 5 de dezembro, o Projeto de Lei nº 76/2019, que dispõe sobre o Estatuto, Plano de Carreira e Reestruturação dos cargos e empregos dos profissionais do Magistério Público da Educação Básica do Município de Amparo, que estava sendo cobrado há anos pelas professoras do município.

O projeto foi lido no início da sessão de segunda-feira, 9 de dezembro, e depois, durante um recesso da sessão, um grupo de professoras foi recebido pelos vereadores para discutir sobre o projeto apresentado. A ideia da administração era que o projeto fosse votado já na segunda-feira, pois foi dada entrada com pedido de urgência. Porém, as professoras alegaram que alguns pontos do projeto não estavam em acordo com o desejo da categoria, portanto os vereadores ficaram de conversar novamente com a secretária municipal de Educação para tentar encontrar um equilíbrio para que o projeto possa ser votado.

Para ser votado após o dia 15 de dezembro será necessária uma sessão extraordinária, que só poderá ser solicitada pelo prefeito municipal ou por um requerimento com assinatura de sete vereadores.


  Compartilhar

Ler mais notícias em Política

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura