Por: A Tribuna
02/03/2020
21:03

A suplente de vereadora, Rosa Aparecida Montini Rodrigues, a Rosinha Cabeleireira (PSDB) assumiu hoje, segunda-feira, 2 de março, a vaga do vereador Antonio Fernando Pereira, o Tustão (PSDB) que teve o seu mandato cassado na última quinta-feira, 27 de fevereiro. Pela primeira vez na história, o Legislativo amparense contou com uma sessão com duas vereadoras, a segunda é a vereadora Catarina dos Santos Brioso, a Tia Catarina (MDB)

Rosinha Cabeleireira foi empossada pelo presidente da Câmara Municipal e prestou juramento junto a tribuna da Câmara Municipal. A nova vereadora nesta primeira sessão não utilizou a tribuna porém foi escolhida pelo líder do seu partido, o vereador Celso Manzolli (PSDB) para ocupar os cargos do ex-vereador Tustão nas comissões do legislativo.

Rosinha Cabeleireira é a sétima mulher a ocupar uma vaga na Câmara Municipal de Amparo. A eleição de uma mulher em Amparo ocorreu na 5ª legislatura em 1962. Na ocasião a eleita foi a professora Ana Ofelia Bissoli recebeu 172 votos. Nesta mesma legislatura, Amparo contou com outra mulher na Câmara Municipal, Isaura Guimarães Oliveira, que assumiu uma vaga na condição de suplente.

Somente depois de 30 anos, Amparo voltou a eleger uma mulher vereadora. Em 1992, a servidora pública, Maria Ivanilda da Silva, a Baiana, foi eleita pelo PMDB com 353 votos. Baiana foi reeleita vereadora em 1996 disputando pelo PFL recebendo 537 votos.

Na eleição de 2000, nenhuma mulher foi eleita, porém a radialista Eliana Dagmar (PSDB) assumiu a suplência do então vereador Lázaro José Domingues que se afastou por motivo de saúde. Depois disso somente em 2016, a Câmara Municipal de Amparo voltou a ter uma vereadora, a professora Alice Veríssimo (PT) que assumiu a vaga do então vereador José Carlos Carnier (PT) que perdeu o mandato por ter trocado de partido fora do período permitido pela Lei Eleitoral.

Na eleição de 2016, duas mulheres foram as mais votadas na eleição. Alice Verissimo (PT) recebeu 1.153 votos e Catarina dos Santos Brioso, a Tia Catarina foi a segunda mais votada com 851 votos. Porém, devido a regra eleitoral apenas Tia foi eleita e se tornou a primeira mulher a dar posse a um prefeito em Amparo em 2017.

Na última eleição, a nova vereadora Rosinha Cabeleireira recebeu 449 votos. Curiosamente, o fato de Amparo contar pela primeira vez com duas vereadoras ocorre na semana que será comemorado o Dia Internacional da Mulher, no próximo domingo, 8 de março.

Pela primeira vez na história, o Legislativo amparense contou com uma sessão com duas vereadoras, a primeira Rosa Aparecida Montini Rodrigues, a Rosinha Cabeleireira (PSDB), a segunda é a vereadora Catarina dos Santos Brioso, a Tia Catarina (MDB)/Foto: Paulo Domingues

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura