Por: Site G1
09/03/2020
10:03

Uma mulher de 34 anos foi encontrada morta em Campinas (SP), na madrugada deste domingo (8), segundo a Polícia Militar. A vítima, Tais Michele Figueiredo da Silva Pereira, estava dentro de casa no DIC IV, com sinais de asfixia ou estrangulamento, segundo avaliação médica, diz a corporação.

A PM informou que foi acionada à 0h06 pelo pai do homem que teria assumido autoria do crime para a família antes de fugir, mas não soube dizer qual a relação dele com a vítima. Ninguém foi preso.

Em depoimento à Polícia Civil, a irmã de Tais relatou que a vítima passou o dia em sua casa com o namorado e eles foram embora antes das 22h. Por volta das 2h20, ela foi acordada por sua sobrinha e descobriu que sua irmã havia morrido.

A familiar disse que foi à casa do namorado da vítima, por volta das 7h30, onde foi informada pelo pai dele que o rapaz confessou à irmã que teria feito uma "besteira", que possivelmente havia matado a namorada e iria fugir. Ainda conforme o depoimento, o próprio pai do namorado da vítima teria acionado a polícia.

A Polícia Civil informou inicialmente que o caso deveria ser registrado como feminicídio na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Entretanto, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP), o boletim foi registrado como homicídio até o momento porque a instituição ainda apura se o crime "foi cometido por razões da condição de sexo feminino" e não recebeu, até a tarde deste domingo, a informação da PM sobre como foi o acionamento da corporação para atendimento deste caso.

Além disso, a pasta destacou que o local passou por perícia, o celular da mulher foi apreendido para investigações e havia uma toalha com manchas de sangue dentro do imóvel.

O local e horário de sepultamento não estavam definidos até a publicação, informou a Setec.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura