Por: A Tribuna
10/02/2020
18:02

Na noite de sábado, 8 de fevereiro, a Polícia Militar foi acionada depois que tiros foram disparados durante uma briga no Jardim Brasil. Ao chegar ao local a briga já tinha terminado e os envolvidos não estavam mais no local. Mas depois de colher depoimentos de várias testemunhas, os policiais descobriram que o autor dos tiros teria fugido em uma caminhonete modelo Mitsubishi L200, no sentido da Estrada Municipal Felício Brunetto. Depois de algumas diligências os policiais encontraram o veículo na Estrada Municipal do bairro dos Pereiras. Nada de ilícito foi localizado, mas os policiais encontraram um cartucho deflagrado, de um revólver calibre 38. J.C.B.M. confessou que participou da briga e informou que a arma estava escondida na casa de J.S.F.

No local indicado, ao questionar J.S.F. sobre a arma, o senhor correu para dentro da casa, pegou uma pochete e tentou fugir, mas foi impedido pelos policiais. Dentro da pochete foram encontrados dois revólveres calibre 38, totalmente municiados, e mais 27 cartuchos do mesmo calibre, intactos.

J.S.F. recebeu voz de prisão por posse irregular de arma de fogo, enquanto J.C.B.M. recebeu voz de prisão pelo crime de disparo de arma de fogo. Todos passaram por exames de corpo de delito e foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Serra Negra, onde o delegado de plantão, Daniel Pinto Lima Gendler ratificou a prisão de J.S.F., e estipulou fiança de R$ 1.500,00, que foi paga pelo indiciado.

Já no caso de J.C.B.M. os policiais seguiram investigando a sua participação na posse da arma de fogo, assim como no disparo. Ele foi liberado enquanto as investigações estão acontecendo.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura