Por: A Tribuna
18/03/2020
07:03

Em uma rápida operação realizada pela Polícia Civil e Polícia Militar de Amparo, na última terça-feira, 17 de março, um homem foi preso, em flagrante, acusado de estuprar uma criança de dois anos. Na manhã de terça-feira os policiais receberam uma denúncia contra F.D.S., 47 anos, e imediatamente acionaram a Justiça. Com um mandado de busca e apreensão expedido pela Juíza de Direito da Segunda Vara Criminal do Fórum de Amparo em mãos os policiais foram até o endereço do acusado no Silvestre. Os policiais encontraram o acusado em sua residência e, em buscas em seu aparelho celular, encontraram diversos vídeos e fotografias com cenas de abuso sexual feitas pelo acusado em uma criança de dois anos. O acusado é parente da criança e era o responsável por cuidar da criança durante um pequeno período do dia, antes dela ir para a creche.

F.D.S. recebeu voz de prisão em flagrante pelo crime de possuir e armazenar vídeos e fotografias contendo pornografia envolvendo criança, de acordo com o artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Após passar por exames de corpo de delito no Hospital Beneficência Portuguesa de Amparo o indiciado foi apresentado no 1º Distrito Policial onde a delegada Leise Silva Neves, ratificou a prisão em flagrante, determinando que F.D.S. fosse recolhido à Cadeia Pública de Serra Negra.

Segundo o chefe dos investigadores da Polícia Civil, Daniel Verzolli, com base nos arquivos recolhidos no celular do indiciado, ele ainda será acusado de gravar cenas de pornografia com menores e também por estupro de vulnerável, segundo os artigos 240 do ECA e 217 do Código Penal. O próprio indiciado confessou os crimes e, segundo Daniel, ele pode pegar até 30 anos de prisão pelos crimes.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura