Por: A Tribuna
21/05/2020
09:05

Na última semana, o Ministério Público do Estado de São Paulo, através da equipe do CyberGaeco, que trabalho no combate a crimes digitais, apreendeu respiradores e ventiladores pulmonares que estavam sendo vendidos via Instagram a preços exorbitantes. Os equipamentos estavam sendo anunciados com preço quatro vezes maior que o praticado no início de março, o que configura crime contra a economia popular.

A operação foi realizada em parceria com a 2ª Delegacia do Consumidor, dando cumprimento a ordens judiciais expedidas pelo Departamento de Inquéritos Policiais. A apreensão das máquinas, usadas no tratamento de pacientes com covid-19, soma-se a outros exemplos de atuação do CyberGaeco durante a pandemia. O setor do Ministério Público conseguiu retirar do ar páginas fraudulentas, inclusive hospedadas no exterior, como as que captavam ilicitamente dados e simulavam vendas de produtos de primeira necessidade; e o site que vendia produto "milagroso" contra a doença. O CyberGaeco obteve ainda a remoção de vídeos postados no YouTube com conteúdo que negava a existência da pandemia.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura