Por:
11/07/2019
18:07

Na segunda feira, 15 de julho, o Projeto Luz & Sombras presta uma  homenagem ao diretor italiano Franco Zefirelli que arrebatou o mundo do Cinema com o clássico romance de William Shakespeare “Romeu e Julieta”. A exibição do filme acontecerá no Auditório da Rádio Cultura, na Praça Pádua Salles – centro, a partir das 19 h30. A entrada é livre para o público.

“Romeu e Julieta” tem no seu elenco: Leonard Whiting, Olivia Hussey, John McEnery, Milo O’Shea, Pat Heywood, Robert Stephens, Michael York e Bruce Robinson. O roteiro é de Franco Brusati, Masolino D’Amico, Franco Zeffirelli baseado na obra de William Shakespeare. A música é de Nino Rota. Coreografia: Alberto Testa. Figurino: Danilo Donati, fotografia de Pasqualino de Santis e direção de Franco Zeffirelli. O filme é uma produção da Paramount Pictures de 1968.

Sinopse

Em Verona, o jovem Romeu fica apaixonado e é correspondido por Julieta, que pertence a uma família rival. Para levarem adiante o amor que sentem um pelo outro, os dois enfrentam a incompreensão de suas famílias. No entanto, este amor profundo tem trágicas consequências.

Roteirizada pelo próprio Zeffirelli ao lado de Masolino D’Amico e Franco Brusati, esta adaptação fiel da peça de William Shakespeare narra a grandiosa história de amor dos jovens Romeu (Leonard Whiting) e Julieta (Olivia Hussey), que se apaixonam ainda na adolescência e são impedidos de viver seu amor publicamente devido à rivalidade entre suas famílias.

“Romeu e Julieta” é um clássico da literatura inglesa que, através do talento de Franco Zefirelli, penetrou na realidade e no imaginário de milhões de pessoas em todo o mundo e, aqui no Brasil, causou enorme comoção. Foi surpreendente o que esse filme representou para toda uma geração.

As palavras de Shakespeare foram respeitadas, o texto foi praticamente mantido, bem como o vocabulário da época. Para transmitir a essência dessa paixão tórrida, Zeffirelli apostou na escolha de atores extremamente jovens, o que também serviu para criar forte empatia com o público adolescente da época. Dona de um rosto angelical, que caiu muito bem na personagem, Olivia Hussey viveu Julieta com todo o ímpeto que o papel exigia, entregando-se às lágrimas sempre que necessário.

 Já Leonard Whiting criou um Romeu empolgante, correndo pelas ruas da cidade e exibindo no brilho de seu olhar toda a esperança de viver um amor eterno ao lado da amada.

No restante do elenco, vale citar a simpática ama de Julieta interpretada por Pat Heywood e o sábio Frei Laurence, vivido com grande carisma por Milo O’Shea.

Franco Zefirelli nos apresenta Romeu & Julieta em um ambiente perfeito, apresentando essa história que celebra o amor em meio ao ódio, munida de uma direção irretocável, com um elenco extremamente competente e uma parte técnica magistral que o caracterizam como um dos grandes clássicos do Cinema do gênero, que sobrevive até hoje graças à sua força sentimental, que irá emocionar a todos durante muitos e muitos anos.

Outro profissional responsável pela qualidade desse filme foi Pasqualino de Santis, o diretor de fotografia. O trabalho dele em planos abertos, como a fatídica briga entre Capuletos e Montéquios na praça central, completamente iluminada, assim como em cenas íntimas com a iluminação fazendo a mímica da natureza, é de um lirismo impressionante. Acrescente a isso sets deslumbrantes, figurinos e música, o resultado é uma criação artística em movimento. Perfeição cinematográfica.

A música de Nino Rota tem uma produção absolutamente impecável com uma orquestração maravilhosa. Mundialmente famosa, a canção-tema do filme foi gravada por Johnny Mathis - "A time for us" e foi um sucesso.

Pode-se dizer que Franco Zeffirelli dirigiu a versão cinematográfica definitiva da obra literária que, completa 51 anos do seu lançamento em 2019.

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura