foto de Outubro, um mês de estreias na tela da Globo
Por: A Tribuna
23/09/2019
19:09

No início da semana que vem, na segunda-feira, dia 30, último dia de setembro, será a estreia do tão esperado programa de variedades, entretenimento e jornalismo comandado por Fernanda Gentil, Érico Brás e Fabiana Karla, que juntos apresentarão o “Se Joga”. Eles serão os anfitriões desse encontro diário, que será ao vivo, todas as tardes, após o “Jornal Hoje”. A nova atração promete ser o ponto de encontro para quem quer se manter informado, se inteirar do que está rolando e se divertir com atrações, jogos e quadros variados. Os apresentadores garantem: leveza, humor, diversão e aprendizado são as palavras-chaves da nova atração. “O objetivo principal do programa é respirar, arejar. É passar um tempo juntos sem ver o tempo passar. Queremos acalmar a correria do dia a dia, ser aquela horinha ali no início da tarde para a pessoa se divertir, jogar, rir e participar. De quebra, ela ainda vai aprender. Nem estreamos e posso garantir: está tudo muito gostoso. Convivência leve, animada, alto astral. Uma energia boa, de pessoas do bem. O que, na minha opinião, é a receita perfeita para a convivência diária”, aposta Fernanda Gentil.

Não menos esperada é a nova versão de “Éramos Seis”, que promete abalar na guerra da audiência. A estreia também acontece no dia 30, substituindo “Órfãos da Terra”. “Éramos Seis” apresenta a história de uma grande família cuja matriarca luta para que se mantenha unida frente às dificuldades sociais e econômicas do início do Século XX. Lola (Gloria Pires) e Júlio (Antonio Calloni) têm grandes desafios pela frente e somente com laços fortalecidos pelo afeto, que têm um pelo outro e pelos filhos, se sentirão fortes o suficiente para seguir em frente. Dentro desse contexto, Lola é uma personagem importante para manter a família em harmonia. “Ela é um símbolo. Mas a natureza feminina é assim. Quando ela se propõe a formar uma família, ela que é a que mantém, a que sustenta e a que empurra para frente”, define a atriz Glória Pires.

Na semana seguinte, terça-feira, dia 8, a Globo estreia “Segunda Chamada”, logo após “A Dona do Pedaço”. A educação de jovens e adultos, dos 17 aos 70 anos, mobiliza a professora Lúcia Helena (Débora Bloch), retornando à Escola Estadual Carolina Maria de Jesus após um período de afastamento. Lúcia divide a sala dos professores com Sônia (Hermila Guedes) e Eliete (Thalita Carauta), além do idealista Marco André (Silvio Guindane), que nunca lecionou em colégio público, e do diretor Jaci (Paulo Gorgulho). Em turmas que reúnem pessoas dos mais variados perfis e idades não faltam histórias e situações igualmente diversas e emocionantes. Esta é a realidade que envolve o ensino noturno do colégio estadual. Promete sucesso.

E logo após “Segunda Chamada” tem mais estreia. Em 2017, a família Bulhosa alegrou os lares do povo brasileiro, quando foi exibida a primeira temporada de “Filhos da Pátria”, mostrando como o “jeitinho brasileiro” de se dar bem e a corrupção já eram aplicados no recém-independente Brasil. Com humor e muita perspicácia, o autor Bruno Mazzeo tentou alertar o telespectador sobre atual situação do país através das aventuras e trambiques dos Bulhosa. E agora, para felicidade geral da nação, estreia mais uma temporada de “Filhos da Pátria” na telinha da Globo. A série, de dez episódios inéditos, foi gravada no Rio de Janeiro, onde se passa a história, que, desta vez, retrata o início da década de 1930, momento de transição da história do Brasil com o início da Era Vargas. Apesar de desembarcarem um século à frente, a família Bulhosa mantém seus trejeitos e toda a excentricidade característica do clã, formado pelo pai Geraldo (Alexandre Nero), a mãe Maria Teresa (Fernanda Torres), o filho Geraldinho (Johnny Massaro) e a filha Catarina (Lara Tremouroux). Cada um a seu tipo, os personagens interagem nessa nova conjuntura política, social e econômica do país. 

Na quinta-feira, dia 10, a grande estreia fica por conta de “Mestre do Sabor”. Há 38 anos, o chef francês Claude Troisgros conheceu o paraibano Batista, que se tornou o primeiro funcionário do restaurante que estava prestes a inaugurar no Brasil. Ali nascia uma das maiores e mais duradouras parcerias da cozinha franco-brasileira. Uma amizade que chega, agora, ao “Mestre do Sabor”, reality de gastronomia que irá ao ar toda a quinta-feira logo após “A Dona do Pedaço”, e às sextas-feiras, no GNT.

Os dois chefs formam a carismática dupla que comanda o programa. Claude, o apresentador, divide com seu fiel escudeiro todas as emoções da competição – da degustação dos pratos aos conselhos dados aos participantes. Batista é o responsável por ajudar o chef francês a avaliar as receitas e a conferir o clima da plateia a cada episódio.

Esperado também é a volta de “Avenida Brasil” no “Vale a Pena Ver de Novo”. Quem não se lembra da dissimulada Carminha, uma das melhores personagens de Adriana Esteves? A saga de vingança, amor e traição que parou o Brasil em 2012 promete repetir o sucesso. A história de amor da jovem viúva Carminha e do craque de futebol Tufão (Murilo Benício) parecia digna dos contos de fadas. Mas o subúrbio do Rio esconde, por trás desse aparente mundo de felicidade, uma trama de mentiras, maldades e traições. “Avenida Brasil” foi um sucesso muito além das fronteiras brasileiras, sendo vendida para mais de 150 países. A novela também foi indicada ao prêmio Emmy Internacional de Melhor Novela em 2013.

Como podemos ver, outubro, na tela da Globo, promete agradar o telespectador.

 

 

 

 

 


    //ultimas noticias

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura