Por: Redação A Tribuna
23/07/2019
10:07

“Galante e Sanguinário” é o filme que será exibido pelo projeto Luz & Sombras na segunda-feira, 29 de julho. A apresentação acontecerá no Auditório da Rádio Cultura Municipal de Amparo, na Praça Pádua Salles, centro de Amparo, a partir das 19h30. Segundo os organizadores o filme é uma óima oportunidade para relembrar os bons tempos da matinês.

“Galante e Sanguinário” tem no seu elenco Glenn Ford, Van Heflin, Felicia Farr, Leora Dana, Henry Jones e Richard Jaeckel. O roteiro é de Halsted Welles baseado num romance de Elmore Leonard. A música é de George Duning. canção tema cantada por Frankie Laine. Fotografia de Charles Lawton Jr. e direção de Delmer Daves.

O filme é uma produção da Colúmbia Pictures de 1957. Original em preto e branco

Sinopse

O fora-da-lei Ben Wade (Glenn Ford) é capturado após assaltar uma diligência, e o proprietário do local oferece uma recompensa ao homem que se dispor a levar o bandido até a estação de trem mais próxima para ser enviado a julgamento. O fazendeiro Dan Evans (Van Heflin) esta com problemas financeiros e aceita a tarefa para poder sustentar sua família. Durante a viagem, várias pessoas irão tentar impedir a partida de Ben, cabendo a Dan protegê-lo e levá-lo em segurança a estação.

Baseado em uma história de Elmore Leonard, este é um Western tenso e psicológico que se assemelha a “Matar ou Morrer” de Fred Zinneman, produzido em 1951 quando mostra o homem leal, de fibra e coragem que fica sozinho e expõe a covardia dos homens da lei da cidade que, desesperados com a aproximação dos bandidos desaparecem balbuciando suas fraquezas de caráter.

“Galante e Sanguinário” tem um elenco impecável. Van Heflin e Glenn Ford, proporcionam um grande duelo de interpretações! É brilhante a interpretação de Glenn Ford como Ben Wade. Cínico, frio, quase diabólico na crueldade cortante de suas insinuações.

Van Heflin interpreta o fazendeiro Dan Evans, que passa por dificuldades financeiras devido a uma seca devastadora que atingiu parte do Estado do Arizona. Precisando de dinheiro rápido, Evans vê uma oportunidade de recuperar sua saúde financeira quando uma recompensa é oferecida para escoltar o bandido recém-capturado, Ben Wade (Glenn Ford), para o trem de que parte ás 3:10 para a prisão de Yuma.

Coincidentemente o mesmo Van Heflin que foi atormentado em “Os Brutos Também Amam” pelo fascínio que Shane despertava em seu filho e mulher, vê como Dan Evans seus filhos admirarem o insinuante bandido Ben Wade. Mais galante que sanguinário Wade conquista o amor da triste e desesperançosa Emmy (Felicia Farr) e faz Alice, a esposa de Dan Evans, sonhar com o que nunca teve.

 O elenco feminino traz a suave Felicia Farr em seu terceiro western com Delmer Daves (“Ao Despertar da Paixão” e “A Última Carroça” foram os outros), num pequeno papel mas de encantadora beleza, simplicidade e ternura. A senhora Dan Evans é Leora Dana, atriz pouco conhecida por ter se dedicado mais à TV em sua carreira. Longe de ser uma mulher linda, Leora rouba todas as cenas em que participa com a força de sua expressão e enigmático charme de mulher simples.

Com uma mistura de cenas de foco e close-ups dos rostos dos atores, usando quase sempre a técnica do primeiro plano, a fotografia deste filme foi à inspiração óbvia para Sergio Leone em sua série de western spaghetti nos anos 60.

“Galante e Sanguinário” tem uma ótima direção de Delmer Daves, um profissional competente, daqueles que o cinema norte americano já não sabe mais produzir, auxiliado pela ótima fotografia de Charles Lawton Jr em preto e branco, através da qual são capturadas as belezas naturais do deserto do Arizona. O ótimo diretor Dalmer Daves,era um especialista em faroeste e nos ofereceu coisas boas como; A Arvore dos Enforcados, A Ultima Carroça ,Homens das Terras Bravas, Como Nasce Um Bravo e até O Candelabro Italiano ,  apenas para citar uns poucos.

Tem uma tremenda canção tema composta por George Duning (que é assobiada por Glen Ford) e cantada por Frankie Laine.

O filme foi rodado em paisagens naturais em diversas áreas do Estado do Arizona – EUA entre 28 de novembro de 1956 a 17 de janeiro de 1957.

“Galante e Sanguinário” é um faroeste clássico de uma época maravilhosa no Cinema e tem um final inesperado.

O filme foi rodado em paisagens naturais em diversas áreas do Estado do Arizona – EUA entre 28 de novembro de 1956 a 17 de janeiro de 1957.
Legenda

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura