Por: A Tribuna
20/10/2019
06:00

Hoje, vamos relembrar um pouco da trama de “Essas Mulheres”, novela que foi exibida na Record de 2 de maio a 22 de outubro de 2005. Na verdade, “Essas Mulheres” foi uma novela ambientada no Rio de Janeiro, no Século XIX, livremente inspirada nos romances “Senhora”, “Diva” e “Lucíola”, de José de Alencar. A trama tinha como objetivo contar histórias de mulheres excepcionais que viveram tórridos romances e tiveram suas vidas transformadas radicalmente pelo amor. Delas, as três mais importantes foram: Aurélia (Christine Fernandes), a protagonista, uma autêntica heroína romântica. Pobre, mas digna e honrada, se tornou rica quando recebeu uma inesperada herança. A fortuna lhe deu condições de ter o homem que amava, Fernando Seixas (Gabriel Braga Nunes). A atriz Carla Regina viveu uma personagem que, de início, se chamava Glória, mas, com o decorrer da trama, se transformou na cortesã Lúcia. O papel da jovem bem nascida, mas problemática, ficou por conta de Mirian Freeland, que interpretou a personagem Mila, uma mulher inconformada com as limitações e preconceitos da sua época. Assim como os três mosqueteiros, que eram quatro, havia uma quarta mulher. Trata-se de Adelaide (Adriana Garambone). Moça rica e determinada que não hesitava diante de nada para atingir seus objetivos. As primeiras cenas da novela foram gravadas na cidade mineira de Tiradentes, sob a batuta do diretor Flavio Colatrello.  Bertioga, cidade do litoral sul de São Paulo, também serviu de cenário para as gravações das cenas de “Essas Mulheres”. De autoria de Marcílio Moraes e Rosane Lima. A trama teve a difícil missão de segurar a ótima audiência que conseguiu a famosa “Escrava Isaura”.

A trama já teve reprises na própria Record e em outras emissoras do grupo e também na TV paga.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura