Por: A Tribuna
27/08/2020
10:08

Na semana em que completa 68 anos de história, o Cine Foto Clube de Amparo (CFCA) recebeu como um presente a informação que dois de seus associados tiveram fotos aceitas na 20ª Bienal de Natureza, organizada pela Federação Internacional de Arte Fotográfica (FIAP), que está acontecendo na cidade de Chelyabisnsk, na Rússia.

A foto “Hora do Descanso”, de Kelly Santos, e a foto “Solidão”, de Reginaldo Leme, foram aceitas para a exposição na Bienal de Natureza da FIAP, junto com as outras 18 fotos enviadas pela Confederação Brasileira de Fotografia (Confoto). “Fiquei muito surpresa com a aceitação. Esse é um registro de um momento muito lindo e que agora está indo pra outros lugares, encantar outras pessoas e mostrar um pouco da riqueza de nosso país. Agradeço a Confoto pelo trabalho sério e bonito que vêm fazendo e fiquei muito feliz por representar o Cine Foto Clube de Amparo!” disse Kelly Santos.

height=400
Foto "Solidão" de Reginaldo Leme foi aceita na Bienal de Natureza da FIAP/Foto: Reginaldo Leme

Para Regnaldo Leme, que teve sua foto selecionada foi uma grande honra. "Representar o Cine Foto Clube de Amparo, em meio a tantos outros clubes brasileiros já é uma honra. Agora, ser um dos vinte fotógrafos nacionais selecionados, entre milhares do mundo todo, é muito gratificante. Foi uma grande surpresa, ainda mais sendo o primeiro concurso internacional que tive uma foto participando" disse Reginaldo.

De acordo com Paulo Guerra, diretor da Confoto, foram selecionadas 20 fotos do concurso Photo Nature Brasil e Photo Nature Internacional de 2019 para participar da sessão Digital da Bienal de Natureza deste ano. “Uma curadoria escolheu as vinte melhores fotos e tivemos a felicidade de ter todas as fotos aceitas, incluindo a do Reginaldo Leme e da Kelly Santos. Inclusive tivemos três fotos premiadas com medalhas no individual” disse Paulo Guerra.

Notas e Premiação

Todas as fotos enviadas são avaliadas pela curadoria da Bienal e ganham notas. As fotos brasileiras premiadas foram: “Forest’s Lungs”, de Priscila Beal, que teve 14 pontos, garantindo a medalha de ouro, enquanto a foto “Elefantes”, de Elbio Gonçalves, teve 14 pontos, e a foto “Rocha”, de Roberto Soares Gomes, teve 13 pontos, ambas conquistando a medalha de prata. A foto de Kelly Santos obteve nove pontos, enquanto a de Reginaldo Leme teve oito pontos.

Dos 33 países participantes da Bienal deste ano, o Brasil ficou com a 14º colocação. “O resultado deste ano foi o melhor da história da Confoto e mostra todo o potencial que o fotógrafo brasileiro tem” concluiu o diretor da Confoto Paulo Guerra.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura