Por: GB Edições
17/07/2019
11:07

A quinta temporada da nova “Escolinha do Professor Raimundo” já está brilhando no canal Viva, mas no próximo domingo, dia 28 a eterna atração consagrada por Chico Anysio estreia também na tela da Globo, na TV aberta, para que todos possam conferir as novidades, entre elas, cenários inéditos e o retorno de personagens emblemáticos.

Dirigidos por Cininha de Paula, os novos episódios foram gravados nos Estúdios Globo numa parceria entre a Rede Globo e o Canal Viva, com redação final de Leonardo Lanna. Claro que quem continua dando vida ao lendário Professor Raimundo é Bruno Mazzeo.

 Ao longo deste ano letivo, a turma mais animada do Brasil vai interagir em cenários inéditos. O público verá Seu Boneco (Marcius Melhem) e seus colegas no momento da famigerada merenda no espaço do refeitório. Uma releitura da sala da direção da versão original do humorístico será o local daquelas conversas particulares que prometem encher o professor Raimundo de cabelos brancos e arrancar muitos risos dos fãs. Mais diversão ainda está reservada para as atividades artísticas na sala de artes, comandadas pelo novo funcionário do corpo docente, o professor Capilé Sorriso, revivido agora por George Sauma.

O professor de música, no entanto, não será o único personagem da versão original a reaparecer na nova Escolinha. Para a alegria dos colegas e desespero de Raimundo Nonato, os alunos João Canabrava (Marcos Veras), Mazarito (Leandro Hassum), Suppapou Uaci (Welder Rodrigues) e Seu Fininho (Paulo Vieira) estão com as matrículas confirmadas na turma de 2019. Depois de um ano nas alturas, Galeão Cumbica (Kiko Mascarenhas) também retorna à terra firme e desembarca na sala de aula da Escolinha. “Estes personagens, tão queridos pelo público da Escolinha, voltam em 2019 trazendo novos ares para a sala de aula que, junto com os novos cenários e as novas formas de interação entre os alunos, são as grandes novidades de 2019”, observa o redator final Leonardo Lanna.

Entre uma tirada e outra, os alunos receberão ainda visitas ilustres que prometem encontros emocionantes. Uma delas é a participação especial de Nerso da Capitinga, interpretado por Pedro Bismarck, encontrando em sala de aula o Nerso da Capitinga vivido por Gui Santana, na atual versão do programa.

Outro momento de nostalgia será quando Nizo Neto interprete de Ptolomeu da versão original encontra Otaviano Costa, da nova versão. Mas um momento que vai ficar na história e que fez todo o elenco e produção da nova Escolinha se emocionar foi o encontro do Seu Peru de ontem, com o seu Peru de hoje.

A visita ilustre de Orlando Drummond, o Seu Peru da versão original do humorístico, encantou a todos os presentes no set dos Estúdios da Globo. Um esquema especial foi montado para a sua chegada, pois a participação foi uma surpresa para o elenco do programa. No meio da gravação de um episódio, os “alunos” saíram da sala a pedido da diretora Cininha de Paula, enquanto o humorista entrou no local. Quando retornaram ao cenário, lá estava ele, sentado na carteira que ocupou durante anos, com o figurino completo de Seu Peru. O último a entrar foi Marcos Caruso, o herdeiro do personagem, que não conseguiu segurar as lágrimas ao ver a inspiração personificada. Prestes a completar 100 anos, Orlando recebeu o carinho dos amigos de profissão, que cantaram até parabéns em comemoração ao seu centenário, que será celebrado em outubro. Em cena, Drummond, interagiu com Marcos Caruso e arrancou as gargalhadas da plateia com os trejeitos e bordões que despertam a memória afetiva do público, como o clássico “Tô porr aqui”. A alegria foi tanta que Orlando permaneceu até o fim da gravação do episódio, mostrando que Seu Peru segue firme e forte em sua memória. Acompanhado da família, ao deixar o set, ele agradeceu a oportunidade: “Não tem preço. Enquanto eu estiver vivo, estarei presente com muito amor e carinho. Obrigado, obrigado, obrigado”. E dedicou o sucesso à companheira, Glória Drummond: “Ter a minha esposa junto desse grupo todo foi maravilhoso. A minha Glorinha, tudo para ela!”. Marcos Caruso também ficou extremamente lisonjeado com a ocasião: “A ideia era homenagearmos quem fez primeiro e acabou que nós é que fomos homenageados. Ele demonstra que o talento e a obstinação pela profissão não têm idade”, comentou.

As equipes de criação e produção eram puro êxtase com a homenagem que, mesmo antes de ir ao ar, já entrou para a história da TV brasileira. “Rever o Orlando Drummond 30 anos depois, no programa onde comecei como assistente de direção e ele ainda lembrar da forma como eu era chamada pelo Chico Anysio foi uma emoção única”, declarou Cininha de Paula. “Foi emocionante ver o Orlando lúcido, com saúde, aos quase 100 anos, e poder homenagear o grande artista que ele é. Foi linda a gravação. A ‘Escolinha’ é o lugar para isso, um programa que já é em si uma linda homenagem aos grandes comediantes que criaram tipos inesquecíveis. Ter o Orlando lá foi muito especial”, disse Marcius Melhem.

Entre homenagens e novidades, a quinta temporada da nova “Escolinha do Professor Raimundo” tem tudo para agradar!

 

 


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura