Por: Portal G1
11/12/2019
08:00

Representantes de 11 municípios recebem na quarta-feira, 11 de dezembro, na Unicamp, mapas com informações para auxiliar na prevenção de desastres naturais. Elaborados pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo, os documentos apontam setores suscetíveis a deslizamentos de terra, inundações, queda de blocos e enxurradas, entre outros.

Nas regiões de Campinas (SP) e Piracicaba (SP), das 26 cidades analisadas, 21 apresentam áreas de risco para 46,3 mil pessoas.

O trabalho realizado pelo CPRM desde 2011 já mapeou 1.599 municípios em 26 estados brasileiros - em São Paulo, foram 119 mapeamentos.

Nesta quarta, as novas cartas de suscetibilidade serão entregues aos gestores das cidades de Águas de Lindoia, Águas de São Pedro, Amparo, Bragança Paulista, Espírito Santo do Pinhal, Itatiba, Lindoia, Pedreira, Pinhalzinho, São José do Rio Pardo e São Pedro.

Destas cidades, três se destacam com setorizações de áreas de risco alto e muito alto: Amparo, Pedreira e Pinhalzinho.

Os responsáveis pelo mapeamento defendem que a cartas de suscetibilidades permitem aos municípios ordenarem o crescimento urbano de "forma adequada e segura, evitando vítimas, perdas e danos".

O documento que será apresentado no auditório da Embrapa traz informações como elevação do terreno analisado, precipitações médias anuais e mensais da chuva, declividade, padrões de relevo e, em alguns casos, descrição dos tipos de rochas presentes na região.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura