Por: A Tribuna
18/02/2021
11:02

O Jardim Botânico Araribá (JBA), que fica dentro do Sítio Duas Cachoeiras, em Amparo, e administra o Orquidário Paulino Recch, foi um dos selecionados do Global Fund do Botanic Gardens Conservation International (BGCI), do Reino Unido, e o Minnesota Landscape Arboretum Grants para receber um financiamento para seguir com o trabalho de multiplicação e reintrodução na natureza de orquídeas nativas da Mata Atlântica. Esse trabalho é realizado pelo JBA, em parceria com o viveiro Clonagri, de Artur Nogueira, especializado em micropropagação de mudas, de propriedade de Jean Marie Veauvy e Cristina Veauvy.

Este fundo global distribui 40 pequenas doações, que somam mais de US$ 82 mil, voltadas a impulsionar a conservação de plantas, especialmente em jardins botânicos de menor porte, e o JBA foi um dos selecionados, entre mais de 150 participantes de 50 países.

O JBA foi um dos selecionados, entre mais de 150
participantesde 50 países diferentes/Foto: Divulgação

Para o educador ambiental e responsável pelo JBA, Guaraci Diniz, as orquídeas e bromélias têm uma função ecológica essencial na floresta. “Pelo formato de suas folhas, acumulam água e abastecem e servem de local de reprodução e abrigo de vários insetos que habitam o dossel da floresta e fazem a polinização das árvores maiores, além de proporcionarem material para a confecção dos ninhos. Essas espécies também atuam na ciclagem de minerais e na produtividade primária, contribuindo para o aumento da diversidade biológica e da biomassa daquela comunidade”, disse Guaraci.

Os recursos cedidos pelo Global Fund/BGCI e Minnesota Landscape Arboretum Grants serão destinados à reprodução controlada das orquídeas nativas da Mata Atlântica, formando mudas que posteriormente serão reintroduzidas em áreas de conservação. “O projeto aprovado prevê, para isso, o treinamento da equipe do JBA e, além disso, trabalhos de educação ambiental para o público em geral sobre a importância das epífitas”, continua Guaraci.

De Amparo para o mundo

No próximo dia 24 de fevereiro, o trabalho de restauração de floresta nativa da Mata Atlântica, um dos biomas mais ameaçados do Brasil, realizado no Sítio Duas Cachoeiras e no Jardim Botânico Araribá será apresentado ao mundo. Guaraci Diniz foi convidado para participar da conferência on-line “Reflorestamento para a biodiversidade, captura de carbono e meios de subsistência”, que será realizada entre 24 e 26 de fevereiro próximos.

Guaraci irá apresentar a palestra “Árvores certas no lugar certo – nativas versus exóticas” dentro da “Sessão 2”, e depois participara de um painel de discussão.

A conferência será aberta ao público e os interessados devem se inscrever pela plataforma Kew.org, pelo link https://www.kew.org/science/engage/get-involved/conferences/reforestation-biodiversity-carbon-capture-livelihoods/Register


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura
situs togel slot agen toto 4d togel macau slot mahjong wayz srbnews.id bandar togel online slot demo habanero situs slot pg soft wahtogel wahtogel unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto unsurtoto situs togel online situs togel online togel macau togel slot oryornoi naturalmarkeet mgjakartaselatan