Por: A Tribuna
28/11/2019
11:11

Em comemoração ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, celebrado no dia 3 de dezembro, o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida se reuniu com os organizadores da Feira Itinerante “Estação de Sabores” para a realização de uma edição especial de inclusão na próxima sexta-feira, 6 de dezembro, das 16h às 22h, na Estação Mogiana, na Praça Pádua Salles, centro de Amparo.

Além da feira gastronômica, que contará com grande diversidade de comidas, como massas, pastéis, crepes, comida japonesa, doces e produtos da área rural da cidade, o evento contará com o apoio da Associação Mulher Unimed (AMU), Associação dos Surdos de Amparo (AS), da Academia Procorpo, da Academia de Dança Paulinha Vieira, da Casa do Teatro e também da Prefeitura Municipal de Amparo.

Atividades e vivências

A programação do evento terá música com o DJ Tito Tubarão, apresentação do Coral da AMU, de dança da Paulinha Vieira, da Escola Sossego da Mamãe, de uma peça da Casa do Teatro, e se encerrará com show da banda Cooperativa do Reggae.

Entre as apresentações, acontecerão vivências propostas pela Academia Procorpo, com atividades esportivas adaptadas que visam conscientizar as pessoas que não possuam deficiência, fazendo com que elas se coloquem no lugar de quem possui alguma deficiência física ou visual. O grupo dos autistas desenvolverá atividades sensoriais e expositivas sobre as limitações e realidades dos autistas para que o participante possa sentir e entender como é a deficiência e o dia a dia do autista.

A AMU irá apresentar uma máquina braile e alguns livros em braile e letra ampliada para que o participante tenha noção de alguns dos recursos utilizados pela pessoa com deficiência visual, além de uma vivência onde o participante coloca uma venda e uma bengala para experimentar como é a realidade de um deficiente visual. Já a Associação dos Surdos de Amparo, criada neste ano, irá ajudar a trazer um intérprete de Libras, que irá acompanhar e interpretar todo o evento, para dar acessibilidade a todos os surdos da cidade.

Para Guilherme Bertini, presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, “todas as vivências que apresentaremos no evento têm o objetivo de, além de trabalhar a conscientização e empatia dos presentes, incluir e proporcionar o convívio harmônico com as diferenças de cada um, principalmente entre pessoas que não possuam deficiência com as que as possuem, desenvolvendo- se, ainda, o conceito igualitário entre os cidadãos”


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura