Por: A Tribuna
19/01/2022
16:00

A Escola Estadual Rangel Pestana, construída em Amparo em 1911, passará a fazer parte do Programa de Ensino Integral (PEI) do Estado de São Paulo, a partir de 2022. Com a mudança a escola passará a contar com três turnos de aula, sendo manhã e tarde de período integral, com carga horário de sete horas por dia, e mais o período noturno, que funcionará das 19h às 23h, com aulas do ensino médio regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Ensino em tempo integral

O aumento de escolas participantes do PEI, que começou a ser implementado em 2011 pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, tem sido gradual ao longo dos anos e a partir de 2022 o Rangel Pestana passará a fazer parte deste grupo de escolas. A partir de agora a escola terá dois períodos de ensino integral que funcionarão das 7h às 14h e das 14h30 às 21h30.

De acordo com a diretora Regina Endrighi, “a escola vem se preparando há alguns anos para essa mudança e finalmente conseguimos realizar a mudança para o PEI em 2022”. Ainda segundo a diretora, tanto alunos quanto os pais ficarão satisfeitos com a mudança. “Tivemos grande aceitação dos pais, dos alunos e também dos professores para a entrada do Rangel no Programa de Ensino Integral”, disse a diretora Regina.

Mais alunos

Com a mudança a escola terá mais alunos que nos últimos anos. Segundo dados da escola, em 2021 a escola teve aproximadamente 600 alunos, e para 2022 a expectativa é que esse número chegue bem próximo dos 700. “Já temos mais de 650 alunos matriculados e ainda estamos com matrículas abertas”, disse Regina.

Em 2022 a escola terá oito turmas no período da manhã, seis no período da tarde, e no período noturno serão mais três turmas do ensino médio regular e três turmas do EJA. “Para atender toda essa demanda estamos com 13 professores de manhã e 13 à tarde, além de dois professores de apoio à tecnologia e 18 professores para o período noturno. Ainda estamos fechando a lista de professores da noite”, falou a diretora Regina Endrighi, que terá ainda a ajuda de três vice-diretores, dois coordenadores pedagógicos gerais e seis professores coordenadores de áreas.

Programa de Ensino Integral

No Programa de Ensino Integral (PEI) os alunos passam a ter, além das aulas regulares, uma matriz curricular diferenciada que inclui preparação para o mercado do trabalho, orientação de estudos, experiências práticas de ciências, tutoria personalizada com um professor, além dos clubes juvenis, onde os próprios alunos se organizam de acordo com seus temas de interesse.

“É uma mudança grande na forma de ensinar e de aprender, e passamos a ser uma escola de da grande autonomia para os alunos. Vamos passar a formar alunos protagonistas, autônomos e independentes”, afirmou a diretora Regina. Alguns estudos feitos pela Secretaria de Educação do Estado apontam os alunos do Ensino Médio das escolas do PEI tiveram desempenho no último Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo (Idesp) 1,2 ponto maior em relação aos estudantes das escolas regulares.

Para os professores também é uma grande mudança, já que eles passam a ter dedicação exclusiva a escola, passando a trabalhar das 7h às 16h e das 12h30 às 21h30. “Para essa dedicação exclusiva os professores passam a ter uma remuneração 75% maior com relação ao seu salário base”, informou Regina. Mas o trabalho passa também a ter uma cobrança maior segundo Regina Endrighi. “Ao final de cada ano os professores serão avaliados pela equipe gestora e pelos alunos, e aqueles que não apresentarem bons resultados podem deixar de fazer parte da escola integral”, afirmou a diretora Regina, que lembrou ainda que a direção também passar por avaliação ao final de cada ano.

Reformas

Outra ação da diretora e da equipe de gestão foi a reforma do antigo prédio da escola. Segundo Regina Endrighi, “toda a parte interna da escola recebeu nova pintura, os banheiros foram reformados, além da parte de madeiramento de várias salas que também foram consertados”. A diretora informou ainda que foram instaladas televisões em todas as salas de aula, instalados equipamentos para disponibilizar internet em toda a escola, e novos notebooks para a sala de informática. As reformas ainda estão acontecendo na escola, mas segundo a diretora tudo estará pronto para o retorno dos alunos, no dia 02 de fevereiro.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura