Por: Site G1
02/03/2020
18:03

A Secretaria de Estado da Saúde informou nesta segunda-feira (2) que investiga 17 casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) na região, sendo 11 deles em Campinas (SP). Mogi Mirim (2), Valinhos (2), Americana (1) e Vinhedo (1) também registram casos suspeitos da doença.

O balanço anterior, divulgado na sexta-feira (28), apontava cinco casos na região. Em todo o estado de São Paulo são 163 casos suspeitos e dois casos confirmados do Covid-19, os primeiros do Brasil.

O atual levantamento do estado leva em consideração os novos critérios de classificação dos casos definidos pelo Ministério da Saúde.

Desta forma, para ser considerado suspeito, o paciente deve apresentar febre e pelo menos um sinal ou sintoma respiratório (tosse, dificuldade para respirar), associada a histórico de viagem para área com transmissão local definida pela OMS (até 14 dias anteriores ao aparecimento dos sintomas) ou contato próximo de caso suspeito para Covid-19.

Casos suspeitos do novo coronavírus (Covid-19) na região

Campinas O número de casos considerados suspeitos em Campinas chegou a 11 no balanço divulgado pelo estado. Procurada para informar detalhes sobre os pacientes, a prefeitura informou que não teria como fornecer tais detalhes nesta segunda-feira.

Os casos que já eram considerados suspeitos na última semana envolviam quatro pacientes, que apresentam sintomas brandos da doença e estão mantidos em isolamento domiciliar. Segundo a prefeitura, eles passaram pela Itália, mas um deles também esteve em Portugal, França e Holanda.

Mogi MirimA Secretaria de Saúde de Mogi Mirim (SP) informa que registrou dois casos suspeitos na cidade, de um homem de 27 anos e uma mulher de 31 anos, moradores de Campinas e que buscaram atendimento médico na cidade, onde possuem parentes. Os dois estiveram na Alemanha, entre os dias 20 e 24 de fevereiro.

Segundo a pasta, os pacientes buscaram atendimento no último sábado (29) e estão em isolamento domiciliar na casa de familiares em Mogi Mirim.

"Ainda em solo alemão, no dia 22, apresentaram os primeiros sintomas, de acordo com as autoridades. No [Hospital] 22 de Outubro, a mulher foi detectada com febre, tosse, dor de garganta, dificuldade de respirar, dor de cabeça, coriza e diarreia. Já o homem apresentou febre, coriza, dor de garganta, tosse e dificuldade de respirar. O hospital comunicou a Vigilância em Saúde de Mogi Mirim, e posteriormente notificou o governo federal. A Vigilância informa que a situação está controlada e continua atenta aos casos suspeitos e aguarda os resultados dos exames dos pacientes", diz o comunicado.

 

ValinhosValinhos (SP) também apresenta dois casos suspeitos em investigação. O primeiro é de um jovem de 25 anos que viajou para Israel, Itália e retornou ao Brasil em 14 de fevereiro. O segundo, é de uma jovem de 20 anos que esteve na Itália e voltou ao Brasil no dia 19 deste mês e procurou a Santa Casa na noite de sexta (28) após apresentar sintomas como febre, coriza, tosse, mialgia e dor de garganta.

 

AmericanaEm nota, a Secretaria de Saúde de Americana (SP) informou que recebeu notificação nesta segunda do Hospital Vera Cruz de Campinas sobre o caso suspeito. Trata-se de uma uma mulher de 40 anos que reside em Americana.

A mulher está estável e em isolamento domiciliar. Ela começou a apresentar febre, tosse, coriza e dor muscular no dia 25 de fevereiro, dez dias após uma viagem para Europa. A paciente esteve em Paris, na França, entre 9 e 15 de fevereiro.

O Hospital Vera Cruz informou para a prefeitura que o exame para coronavírus deu resultado negativo. O material colhido foi também enviado ao Instituto Adolfo Lutz, laboratório de referência que fará a contraprova.

 

VinhedoA Secretaria de Saúde de Vinhedo (SP) divulgou no domingo (29) que investiga o primeiro caso suspeito do novo coronavírus (Covid-19) na cidade. A paciente, uma mulher de 63 anos, esteve na Itália, retornou ao Brasil na última terça-feira (25) e procurou atendimento médico na quinta (27), após apresentar sintomas como febre, coriza, tosse e dor de garganta.

Em nota, Vinhedo informa que o marido da paciente, que viajou com ela, não apresenta qualquer sintoma. A idosa foi atendida em um hospital particular de Valinhos, já recebeu alta e está em casa, monitorada em isolamento domiciliar.

.


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura