Por: A Tribuna
01/10/2019
12:00

A Vigilância em Saúde da Prefeitura de Amparo informou a atual situação do estoque de vacinas. No município, a situação mais crítica é a da Pentavalente, que imuniza bebes de difteria, tétano, coqueluche (célula inteira), hepatite B (rDNA) e vacina conjugada do tipo B de Haemophilus influenzae (absorvida) ou DTP - HepB - Hib. De acordo com a coordenadora Marina Leitão David, o Ministério da Saúde informa a situação regularmente através de boletins.

No último deles, o Ministério informou que 3 milhões de vacinas foram interditadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O lote de Pentavalente tem previsão de normalização em outubro, mas, ainda não possui previsão de entrega em Amparo.

“Em algumas unidades não há a vacina. Essa vacina é enviada pelo Governo Federal e a Prefeitura não pode comprar. Neste caso, estamos em desabastecimento”, explicou.

Com relação a outras vacinas, a Prefeitura, que possui a Central em local próprio para o acondicionamento e distribuição, tem buscado regularmente em Campinas, as doses.

Em setembro, a Prefeitura solicitou 300 vacinas de Pentavalente, e até o momento, nenhuma foi entregue.

Assim que a distribuição das vacinas for regularizada, a Vigilância em Saúde informará a população


  Compartilhar

Assinar o Jornal



Identificação do Assinante


Digite nos campos abaixo o seu e-mail ou CPF de cadatro em nosso site e sua senha de acesso.


Esqueceu o seus dados? Fale com a gente!

Assinatura