Capinha de celular que vira drone permite fazer fotos e vídeos a até 13 metros de altura

Já dá para carregar um drone no bolso – e por um preço muito mais acessível. Trata-se do Selfly, uma capinha para smartphones que é, também, um drone. Embora seu alcance não seja dos maiores, o aparelho permite fazer imagens aéreas com até 13 metros de distância e é controlado pelo próprio celular.

 

Como funciona a capa-drone?

O aparelho tem dois formatos: de capa e de drone. Quando ajustado para ser um case de um celular, sua espessura tem 1,2 centímetro e pode ser colocado no bolso sem medo de quebrar – funciona para celulares Android e iPhone de tamanhos entre 4 e 6 polegadas.
Para virar drone, é bem simples. Basta deslizar o robozinho com câmera e hastes da base e ligá-lo. Ele pode ser controlado de três formas. Dá para comprar um joystick e conectá-lo ao drone e ao celular para guiá-lo pelo controle de mão. As outras duas maneiras dependem exclusivamente do celular. O usuário pode ver o voo do drone em tempo real e pode controlar seus movimentos sincronicamente. Ou pode ajustar as configurações da imagem antes dele voar; por exemplo, define que ele deve voar a uma altura de 2 metros e fazer um giro 360 graus – assim, o aparelho captura a imagem de forma autônoma.

O drone tem fornecimento de bateria independente do celular e não suporta mais do que 4 minutos de voo, assim como seu alcance não pode ultrapassar 13 metros de distância. A qualidade da câmera apresenta 12 megapixels e pode gravar vídeos em full HD.

Como comprar e preço

As compras podem ser feitas apenas na plataforma de financiamento coletivo Indiegogo. A capinha-drone custa US$ 109 (R$ 350), mas o pacote que inclui também o carregador tem o valor de US$ 134 (R$ 430).

(Fonte e fotos: https://www.vix.com)

Comentários

comentários