Febre Amarela causa morte em Serra Negra

A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Serra negra divulgou um caso de óbito por Febre Amarela Silvestre em morador não-vacinado do município. Desde 2017, com o surto de febre amarela na região, as equipes de saúde estão trabalhando incessantemente em ações de controle do Aedes Aegypti e vacinação contra a Febre Amarela.

As equipes realizaram busca ativa da população em toda a zona rural (área de mata) e demais bairros da cidade para vacinação, porém, muitos munícipes se negaram a receber a vacina, que é a única forma de proteção ao ser humano.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, com 96% de cobertura vacinal em Serra Negra, ainda encontramos pessoas que não acreditam na eficácia do procedimento ou ainda têm medo de serem imunizadas, ficando vulneráveis a contraírem a doença, como foi o caso do morador do bairro das Tabaranas, que contraiu a doença, foi hospitalizado, mas não resistiu ao tratamento.

Uma vez recebida a notificação do caso suspeito, os profissionais da saúde intensificaram as ações de controle do vetor e vacinação, casa a casa, nas áreas em que a suspeita circulou.

Com o apoio da Superintendência de Controle de Endemias do Estado (Sucen), a Secretaria de Saúde realizou também o Controle Químico (Nebulização), com a finalidade de garantir o combate contra o mosquito que se contaminado, é o responsável pela transmissão da Febre Amarela Urbana. Nesta mesma ação, houve caso de recusa para a nebulização em algumas residências.

Por fim, fazemos um apelo à população que ainda não foi vacinada para que procurem uma das unidades de saúde de nosso município, para receberem orientação e vacinação.

Comentários

comentários